1 de nov de 2016

Espanha – mais de 200 imigrantes ilegais nas fronteiras em Ceuta na Espanha

A vista para o mar-porto de Ceuta.


The Local es, 01 de novembro de 2016. 



Cerca de 220 migrantes africanos abriram caminho através de uma cerca entre o Marrocos e o pequeno enclave espanhol de Ceuta nesta segunda-feira, entrando em confronto com a polícia em um incidente que feriu 35 pessoas, segundo as autoridades. 

Os imigrantes demonstraram uma atitude hostil e violenta. Muitos estavam armados com paus e eles atacaram os policiais quando tentaram impedi-los de entrar”, o representante do governo espanhol em Ceuta, disse em um comunicado. 

Três policiais e 32 imigrantes foram tratados no hospital por ferimentos leves, disse o comunicado. 

Os imigrantes foram levados a um centro de imigrantes [devia ser a cadeia né?], enquanto as autoridades espanholas determinam o seu estatuto legal, disse um porta-voz da polícia local. 

A polícia também estava à procura de um punhado de outros que fizeram isso através da cerca de arame farpado e que fugiram para as colinas circundantes. 

Ceuta junto com Melilla, outro território espanhol no norte da África, têm conta somente com as fronteiras terrestres da União Europeia com a África. 

Eles são favorecidos por pontos de entrada para os imigrantes africanos que “buscam uma vida melhor na Europa” [sei!], e que chegam lá pelo outro lado ao longo da cerca da fronteira ou nadando até o longo da costa. 

Em 2014, 15 imigrantes se afogaram conforme dezenas tentavam nadar até Ceuta de uma praia nas proximidades. 

Na época, grupos imigrantes e de direitos humanos, disse a polícia espanhola para tentar impedi-los de chegar à praia disparando balas de borracha e de pulverização com gás lacrimogêneo. 

Artigos recomendados: 



Nenhum comentário:

Postar um comentário