20 de out de 2017

A ONU está normalizando a pedofilia: o Deep State está livre para explorar seus filhos

Tradutores de Direita, 20 de outubro de 2017 



Por Dave Hodges [*]



O Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos está sancionando uma revolução sexual que culminará com a legalização e o apoio entusiasmado do transgenerismo, mas também apoiará a legalização da pedofilia. À medida que o Deep State está mais ativo em seu papel no “PedoGate”, podemos esperar mais contra-ataques, como a legalização da pedofilia.


Cristão, coronel das Forças Armadas dos EUA é suspenso por recusar assinar carta para casamento gay

Coronel Leland B. H. Bohannon e sua família. 



Gospel Notícias, 20 de outubro de 2017 



Um militar cristão foi suspenso de suas funções e teve sua recomendação de promoção revogada por ter se recusado a assinar um documento, não-oficial, de apreciação da união homossexual de um subordinado que estava se aposentando do serviço militar.

Leland B. H. Bohannon, coronel comandante da Agência de Inspeção da Força Aérea, na base de Kirtland, em Albuquerque, Novo México (EUA), alegou que suas convicções cristãs a respeito do casamento o impediam de assinar uma carta de “apreciação do cônjuge” para o subordinado, homossexual.

"Lei da Palmada" escocesa poderá influenciar medidas semelhantes sobre todo o Reino Unido?




Yahoo Style UK, 20 de outubro de 2017 






Na quinta-feira, o governo escocês confirmou que "maus tratos infantis devem ser banidos" no país. 

O MSP dos Verdes, John Finnie elaborou um projeto de lei que visa tirar a defesa da “agressão justificável”, que pode ser usada para que os pais possam bater em seus filhos. A votação da questão deverá ser realizada no Parlamento Escocês no próximo ano. 

Acreditamos que o castigo físico pode ter efeitos negativo sobre as crianças que podem durar muito tempo após a dor física ter desaparecido”. 

FBI conhecia subornos russos antes de acordos nucleares de Obama com Moscou




Epoch Times, 20 de outubro de 2017 






O FBI possuía inteligência sobre um esquema russo de suborno, quadrilha, extorsão e lavagem de dinheiro em solo estadunidense destinado a articular os interesses nucleares de Moscou muito antes de o Governo Obama aprovar dois controversos acordos nucleares com o país, informou The Hill na terça-feira (17) citando documentos do governo americano e entrevistas.

Um dos acordos, aprovado em 2010, deu à Rússia o controle de 20% do suprimento de urânio nos Estados Unidos. Aproveitando-se ao acordo, os russos transferiram milhões de dólares para a fundação de caridade do ex-presidente Bill Clinton no período em que Hillary Clinton presidia um departamento envolvido na aprovação do acordo. Embora esta atividade tenha sido noticiada pelo New York Times em 2015, John Solomon e Alison Spann, da Hill, descobriram que o FBI tinha uma testemunha ocular além de documentos comprobatórios da atividade já em 2009.

Ativistas LGBT vandalizam igrejas na Austrália pedindo crucificação para quem votar contra o casamento gay

Holy Trinity Church da Austrália. Imagem meramente ilustrativa. 


Notícias Gospel, 20 de outubro de 2017 



A intolerância dos ativistas gays na Austrália vem numa crescente sem precedentes conforme se aproxima o fim do plebiscito que decidirá se o país deve ou não legalizar a união homossexual. Inúmeras igrejas – que defendem o voto contra a legalização – têm sido vandalizadas.

A decisão será tomada em uma votação que vem sendo realizada desde o dia 12 de setembro, com duração até 07 de novembro, e até agora, diversos casos de ameaça, retaliação e vandalismo foram registrados.

Transexual acusado pelo estupro de uma menina de 10 anos em um banheiro




Dailywire, 19 de outubro de 2017 






O julgamento de um transexual de Wyoming acusado de estuprar uma menina de 10 anos em um banheiro começou na segunda-feira, relata o Billings Gazzete

Miguel Martinez, biologicamente um homem que se identifica como mulher e usa o nome de Michelle, supostamente “convidou” uma menina de 10 anos para um banheiro no dia 23 de março, onde ele começou a apalpar os seus seios e órgãos genitais e a penetrá-la. 

19 de out de 2017

Governador democrata da Carolina do Norte assina decreto para forçar empresas a permitirem que homens usem banheiros femininos




LifeSiteNews, 19 de outubro de 2017 






Carolina do Norte, 19 de outubro de 2017 (LifeSiteNews) – o governador da Carolina do Norte, Roy Cooper, assinou ontem uma ordem executiva para classes protegidas de “orientação sexual e expressão de gênero”, forçando as empresas a permitir que homens usem banheiros de mulheres e vice-versa. 

A ordem aplica-se ao emprego no âmbito estadual e à proteção de serviços governamentais, incluindo programas e serviços relativos à segurança pública, à saúde e ao bem-estar.