11 de dez de 2017

As Operações Psicológicas e a Manipulação das Massas — Um Guia Básico Sobre a Propaganda Global

Autor: Carl Teichrib, Forcing Change, Edição 2, Volume 1.

"O cidadão deve ser moldado para se adequar à forma de governo em que vive." — Aristóteles, Política, Livro 8. [1].

"Nunca antes na história humana tantos tiveram um acesso tão fácil a tanto poder potencial para tantos propósitos diferentes." — In Athena's Camp: Preparing for Conflict in the Information Age. [2].

"Operações psicológicas" não é uma expressão tipicamente encontrada no vocabulário do público geral. Essa expressão é um termo militar que se refere a uma operação de informações destinada especificamente a mudar o comportamento e as atitudes de um grupo-alvo. Em termos militares, esse grupo é formado por combatentes inimigos e/ou a população geral de um país inimigo.

10 de dez de 2017

A verdadeira Resposta Palestina ao Discurso de Trump Sobre Jerusalém

Gatestone, 10 de dezembro de 2017. 



Por Bassam Tawil




  • Ao maquiar a "cerimônia" da queima de pôsteres como reflexo da fúria generalizada dos palestinos quanto à política de Trump em relação a Jerusalém, a mídia internacional está sendo, mais uma vez, cúmplice na disseminação da propaganda dos formadores de opinião palestinos. Os jornalistas, incluindo fotógrafos e cameramen, receberam planilhas detalhadas especificando data e hora das manifestações que teriam lugar em diferentes regiões da Cisjordânia e da Faixa de Gaza.
  • Quando estamos em nossas salas de estar assistindo aos noticiários transmitidos da Cisjordânia e da Faixa de Gaza, por que não nos perguntamos: quantos desses "eventos" não são, de fato, paródias da mídia? Por que os jornalistas se deixam levar pela máquina de propaganda palestina que vomita ódio e violência da manhã até à noite?
  • Já está mais do que na hora de certa autoreflexão por parte da mídia: eles realmente querem continuar servindo como porta-vozes dos árabes e muçulmanos que intimidam e aterrorizam o Ocidente?
  • Não se deixe enganar: os prometidos "rios de sangue" jorram nesse exato momento. No entanto, é a faca de árabes e muçulmanos que corta a garganta dos irmãos árabes e muçulmanos que é a fonte desta torrente vermelha e não uma declaração feita por um presidente dos EUA. Talvez isso possa finalmente ser um evento que vale a pena cobrir pelos itinerantes repórteres da região?

Não mais do que três horas depois que o presidente dos Estados Unidos Donald Trump, telefonou ao presidente da Autoridade Palestina Mahmoud Abbas, para informá-lo sobre sua intenção de transferir a embaixada dos EUA de Tel Aviv para Jerusalém, um sem-número de fotojornalistas palestinos receberam um telefonema de Belém.

Suécia – três [muçulmanos] presos após ataque com coquetel Molotov na sinagoga de Gotemburgo – governo sueco culpa Trump

Prólogo. 

O governo sueco tem empreendido há anos imigração em massa para o país. Sem qualquer restrição, muçulmanos de todas as partes do Oriente Médio e da África vêm para o país para se beneficiar do seu sistema de bem-estar. Junto com sua religião [ideologia] eles trazem o antissemitismo e toda a sorte de violência desumana que se possa imaginar. Porém, longe dos muçulmanos serem os únicos antissemitas na história, o governo sueco também não fica atrás sendo um dos que mais votam contra o Estado judeu nas resoluções da ONU. Um conflito [Israel Palestina] cuja balança pode pender para os dois lados, mas no fim das contas só pende para um único lado. 

Austrália – IDs da ASIO e os candidatos australianos com ligações com a China




9News, 09 de dezembro de 2017. 




A Agência máxima de Inteligência Doméstica da Austrália, ASIO [Organização Australiana de Inteligência de Segurança] não vai dizer se descobriu a ligação entre 10 candidatos políticos e agências de inteligência chinesas. 

Um esquema para inserir pessoas nos lugares certos para influenciar a política australiana, descrito como “irregular, mas profundo”, causou preocupação a ASIO, segundo os relatórios do Weekend Australian.  

Um dos candidatos do governo local e estadual identificado ganhou um lugar no escritório [do governo], que ele ainda detém até hoje, de acordo com o relatório. 

8 de dez de 2017

Não há legalidade nos negócios com a China, afirma chefe de Associação de Vítimas




Epoch Times, 08 de dezembro de 2017. 






Fundador da Associação de Vítimas Taiwanesas de Investimento na China diz que canadenses não devem se focar apenas nos benefícios de curto prazo

Quando o taiwanês Kao Wei-pang foi para o Canadá no final da década de 1960, ele completou seu trabalho de pós-doutorado na Universidade McGill e então ensinou por dois anos no Vanier College de Montreal.

“Eu tenho sentimentos profundos pelos canadenses”, diz Kao.

Bolívia legaliza o aborto sob demanda para adolescentes

Imagem meramente ilustrativa




LifeSiteNews, 08 de dezembro de 2017. 



Por Pe. Mark Hodges



SUCRE, Bolívia, 08 de dezembro de 2017 (LifeSiteNews) – O país sul-americano da Bolívia, tradicionalmente católico e pró-vida, votou pelo levantamento das restrições ao aborto para permitir que as mães adolescentes possam matar os seus filhos nascituros. 

Políticos bolivianos votaram quarta-feira para permitir que estudantes, adolescentes ou meninas abortem com oito semanas de gestação. 

Alemanha – Martin Schulz, líder socialista pede um “Estados Unidos da Europa” até 2025

Camarada Martin Schulz




The Local De, 07 de dezembro de 2017. 



O diretor dos sociais democratas da Alemanha, Martin Schulz, potencial futuro sócio governante da chanceler Ângela Merkel, convocou na quinta-feira para a criação de uns “Estados Unidos da Europa” até 2025. 

Schulz fez um apelo apaixonado por uma Europa mais unida e federal em um congresso do partido SPD que deveria decidir se o partido de centro-esquerda entrará em conversações para formar um novo governo de coalizão com Merkel.