7 de abr de 2016

Político norueguês é estuprado por imigrante somali, e pede para que ele não seja deportado

Prólogo


Estes sãos os valentes guerreiros Vikings que resistiram à invasão muçulmana. Quer saber! Pra mim é uma palhaçada quando aludem aos Vikings, como sendo um tipo de exemplo a ser seguido. Os Vikings nunca chegaram a lutar com os muçulmanos pelo que eu sei, mas sim os cristãos. É vergonhoso que esses sujeitos politicamente corretos se espelhem em guerreiros pagãos, que primeiramente foram subjugados pelos cristãos, e desapareceram. Essa é a prova da decadência e da imbecilidade dos noruegueses. Os cristãos criaram a moderna Noruega, e os politicamente corretos querem ser Vikings.



Bravo Viking afeminado. 


RedIce, 07 de abril de 2016.

Político esquerdista da Noruega, Karseten Nordal Hauken foi brutalmente estuprado por um somali e se sentiu incrivelmente culpado e posteriormente questionou as autoridades se devem mesmo deportar o homem. Hauken veio a público para contar a história de sua violação e perdão, no canal público de radiofusão NRK da Noruega. Logo após a ocorrência do estupro Hauken foi levado ao hospital de Oslo, onde enfermeiros coletaram amostras para os testes de DNA. Cerca de seis meses após o estupro, a Polícia completou sua investigação. Eles garantiram que o DNA e as provas da impressão digital eram necessários para movimentar o caso. No tribunal, o somali reivindicou que a interação foi consensual, mas as autoridades norueguesas discordaram. O Somali foi para a prisão por quatro anos e meio. 


2 comentários:

  1. Discordo de vc... ops cristão não criaram esta situação na Noruega e sim os ateus... a ideologia do políticamente correto não tem nada de cristã, tanto que retira símbolos religiosos dos prédios públicos...é esquerda, é fruto do velho Marx, do comunismo... N. Senhora avisou: "A Rússia espalhará seus erros pelo mundo".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você está certa. Na Escandinávia o esquerdismo praticamente reina, lá não há verdadeiro conservadorismo, e todos nadam de braçada no politicamente correto. O problema é que agora apareceu um novo movimento dito patriótico, mas que na verdade é uma roupagem do eurasianismo, são os chamados guerreiros de Odin.

      Os noruegueses islandeses e suecos agora querem se espelhar em deuses pagãos ao invés de ser no Cristianismo. Essa é a situação atual da Escandinávia.

      Excluir