30 de out de 2017

Irlanda – Presidente do conselho estudantil destituída depois de cancelar anúncios ilegais pró-aborto no Jornal do Estudante

Katie Ascough



Lifenews, 30 de outubro de 2017 



Por Miacaih Bilger 



A presidente do corpo estudantil da Universidade do Estado de Dublin, Katie Ascough, foi acusada de censura na semana passada depois de remover informações sobre abortos potencialmente ilegais de um manual do estudante. 

Ascough, que é pró-vida, disse que os ativistas do aborto no campus estão tentando encontrar uma maneira de livrar-se dela desde que ela foi eleita. 

Na semana passada, eles conseguiram. O corpo estudantil votou para destituí-la com 69% favorável, o National Catholic Register informa

Reino Unido – A polícia permite que produtores de maconha escapem livres da lei

 



Instituto Cristão, 30 de outubro de 2017 


O número de pessoas que  produzem maconha está em ascensão e elas são rotineiramente soltas apenas recebendo uma advertência da polícia, revelam os números. 

O Daily Mail informou que as numerosas forças policiais estão distribuindo advertências mesmo para pessoas que são pegas com dezenas de milhares de libras em drogas. 

No entanto, os críticos advertiram que os produtores de maconha não deveriam “escapar livres” para cultivar a “droga perigosa e viciante.” 

Alemanha: Agora é Oficial, Censura Total

Gatestone , 29 de outubro de 2017 





Tribunais Reescrevem a História


  • A Alemanha não fez segredo em relação ao seu desejo de ver sua nova lei replicada em toda a UE.
  • Quando funcionários de empresas de redes sociais são contratados para desempenharem o papel de patrulheiros ideológicos do estado e a eles é dado o poder de moldarem o presente formato do discurso político e cultural, decidindo quem tem o direito de se expressar e o que é passível ou não de ser dito e quem será censurado, a liberdade de expressão não passa de um conto de fadas. Não seria este o objetivo?
  • Talvez lutar contra a "islamofobia" seja uma prioridade maior do que combater o terrorismo?

Uma nova lei alemã que introduz a censura oficialmente sobre as plataformas das redes sociais entrou em vigor em 1º de outubro de 2017. A nova lei exige que as plataformas das redes sociais, como o Facebook, Twitter e YouTube censurem os usuários em nome do estado alemão. As empresas de redes sociais são obrigadas a excluir ou bloquear todo e qualquer "delito penal" online em suas respectivas plataformas, tais como calúnia, difamação, vilipêndio e incitamento, dentro de 24 horas do recebimento de uma reclamação de usuário - independentemente do fato da reclamação proceder ou não. As empresas de redes sociais têm direito a sete dias para casos mais complicados. Caso não cumpram a lei, o governo alemão poderá multá-los em até 50 milhões de euros por não cumprirem a lei.

Juíza do Arizona determina que designers cristãs devem imprimir convites de casamento para casais do mesmo sexo

Designers cristãs, Brenna Koski e Joanna Duka. 


Christian Post, 28 de outubro de 2017 






Um tribunal do Arizona rejeitou os apelos das designers evangélicas sobre o casamento por causa de uma lei em Phoenix que protege de discriminação pessoas LGBT e as obriga a fazer designer de arte para casais do mesmo sexo, o que é contra suas crenças religiosas e liberdades de expressão e religião. As cristãs planejam apelar. 

A juíza Karen Mullins, da suprema corte do município de Maricopa, decidiu que a lei de Phoenix não viola a liberdade de expressão do Arizona e o livre exercício das leis de religião, anulando assim a tentativa de Joanna Duka e Breanna Koski, proprietárias da Bush & Nib Studio, de anular a ordem judicial, informou AZ Central

Reino Unido – uma juíza determinou a legalidade da expulsão de um cristão do curso da Universidade pelo seu ponto de vista cristão sobre o casamento




Christian Post, 27 de outubro de 2017 



Por Stoyan Zaimov



Um grupo cristão conservador contestou uma decisão judicial que foi contra um devoto estudante cristão que foi expulso de um curso da Universidade de Sheffield depois de publicar sua oposição ao casamento gay online. 

Sentenças como esta mostram que a sociedade está se tornando cada vez mais intolerante aos valores morais cristãos. Os cristãos estão sendo instruídos a calar-se e manter em silêncio as suas opiniões morais ou enfrentar demissão. Ao menos que as opiniões que você expressa sejam politicamente corretas, então você poderá ser demitido do escritório. Isso está muito longe de como uma sociedade livre e justa deveria ser”, disse Andrea Williams, presidente executivo do Centro Legal Cristão, em um comunicado de imprensa sexta-feira. 

20 de out de 2017

A ONU está normalizando a pedofilia: o Deep State está livre para explorar seus filhos

Tradutores de Direita, 20 de outubro de 2017 



Por Dave Hodges [*]



O Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos está sancionando uma revolução sexual que culminará com a legalização e o apoio entusiasmado do transgenerismo, mas também apoiará a legalização da pedofilia. À medida que o Deep State está mais ativo em seu papel no “PedoGate”, podemos esperar mais contra-ataques, como a legalização da pedofilia.


Cristão, coronel das Forças Armadas dos EUA é suspenso por recusar assinar carta para casamento gay

Coronel Leland B. H. Bohannon e sua família. 



Gospel Notícias, 20 de outubro de 2017 



Um militar cristão foi suspenso de suas funções e teve sua recomendação de promoção revogada por ter se recusado a assinar um documento, não-oficial, de apreciação da união homossexual de um subordinado que estava se aposentando do serviço militar.

Leland B. H. Bohannon, coronel comandante da Agência de Inspeção da Força Aérea, na base de Kirtland, em Albuquerque, Novo México (EUA), alegou que suas convicções cristãs a respeito do casamento o impediam de assinar uma carta de “apreciação do cônjuge” para o subordinado, homossexual.

"Lei da Palmada" escocesa poderá influenciar medidas semelhantes sobre todo o Reino Unido?




Yahoo Style UK, 20 de outubro de 2017 






Na quinta-feira, o governo escocês confirmou que "maus tratos infantis devem ser banidos" no país. 

O MSP dos Verdes, John Finnie elaborou um projeto de lei que visa tirar a defesa da “agressão justificável”, que pode ser usada para que os pais possam bater em seus filhos. A votação da questão deverá ser realizada no Parlamento Escocês no próximo ano. 

Acreditamos que o castigo físico pode ter efeitos negativo sobre as crianças que podem durar muito tempo após a dor física ter desaparecido”. 

FBI conhecia subornos russos antes de acordos nucleares de Obama com Moscou




Epoch Times, 20 de outubro de 2017 






O FBI possuía inteligência sobre um esquema russo de suborno, quadrilha, extorsão e lavagem de dinheiro em solo estadunidense destinado a articular os interesses nucleares de Moscou muito antes de o Governo Obama aprovar dois controversos acordos nucleares com o país, informou The Hill na terça-feira (17) citando documentos do governo americano e entrevistas.

Um dos acordos, aprovado em 2010, deu à Rússia o controle de 20% do suprimento de urânio nos Estados Unidos. Aproveitando-se ao acordo, os russos transferiram milhões de dólares para a fundação de caridade do ex-presidente Bill Clinton no período em que Hillary Clinton presidia um departamento envolvido na aprovação do acordo. Embora esta atividade tenha sido noticiada pelo New York Times em 2015, John Solomon e Alison Spann, da Hill, descobriram que o FBI tinha uma testemunha ocular além de documentos comprobatórios da atividade já em 2009.

Ativistas LGBT vandalizam igrejas na Austrália pedindo crucificação para quem votar contra o casamento gay

Holy Trinity Church da Austrália. Imagem meramente ilustrativa. 


Notícias Gospel, 20 de outubro de 2017 



A intolerância dos ativistas gays na Austrália vem numa crescente sem precedentes conforme se aproxima o fim do plebiscito que decidirá se o país deve ou não legalizar a união homossexual. Inúmeras igrejas – que defendem o voto contra a legalização – têm sido vandalizadas.

A decisão será tomada em uma votação que vem sendo realizada desde o dia 12 de setembro, com duração até 07 de novembro, e até agora, diversos casos de ameaça, retaliação e vandalismo foram registrados.

Transexual acusado pelo estupro de uma menina de 10 anos em um banheiro




Dailywire, 19 de outubro de 2017 






O julgamento de um transexual de Wyoming acusado de estuprar uma menina de 10 anos em um banheiro começou na segunda-feira, relata o Billings Gazzete

Miguel Martinez, biologicamente um homem que se identifica como mulher e usa o nome de Michelle, supostamente “convidou” uma menina de 10 anos para um banheiro no dia 23 de março, onde ele começou a apalpar os seus seios e órgãos genitais e a penetrá-la. 

19 de out de 2017

Governador democrata da Carolina do Norte assina decreto para forçar empresas a permitirem que homens usem banheiros femininos




LifeSiteNews, 19 de outubro de 2017 






Carolina do Norte, 19 de outubro de 2017 (LifeSiteNews) – o governador da Carolina do Norte, Roy Cooper, assinou ontem uma ordem executiva para classes protegidas de “orientação sexual e expressão de gênero”, forçando as empresas a permitir que homens usem banheiros de mulheres e vice-versa. 

A ordem aplica-se ao emprego no âmbito estadual e à proteção de serviços governamentais, incluindo programas e serviços relativos à segurança pública, à saúde e ao bem-estar. 

Nova era Comunista na China e a consolidação do poder do atual ditador




Epoch Times, 18 de outubro de 2017 


Por Annie Wu



É esperado que aliados de Jiang Zemin sejam expulsos e que tomem seu lugar os aliados de Xi

O iminente 19º Congresso Nacional na China será acompanhado de perto enquanto o partido se desloca para sua próxima geração da elite governante. Os funcionários mais poderosos a serem anunciados serão os membros do Comitê Permanente do Politburo, que atualmente tem 7 lugares. Na verdade, este é o órgão decisório mais importante do Partido Comunista Chinês (PCCh), e é esperado que o atual líder Xi Jinping lidere o comitê novamente.

O Comitê Permanente faz parte do mais alto Politburo, que tem 25 lugares no total.

Alemanha – requerente de asilo ganês que estuprou uma campista na frente do seu namorado é condenada a 11 anos de prisão

Eric X, segundo a polícia. Provavelmente um Xeique Mohamed, no nome real



The Local De, 19 de outubro de 2017 



Um homem de 31 anos de origem ganesa foi considerado culpado de estupro por um tribunal em Bona nessa quinta-feira e foi condenado a onze anos e meio de prisão. 

O tribunal decidiu que Eric X é culpado do crime cometido no início de abril. Ele é acusado de ter usando um facão para abrir a barraca de um jovem casal que estava dormindo em uma reserva natural fora da antiga capital. Ele então forçou a mulher de 23 anos a segui-lo para fora da tenda, onde a estuprou. 

Ele também foi considerado culpado de roubar um alto-falante de seis euros do casal. 

Primeira-ministra Theresa May: “Casamento gay não é o suficiente, precisamos falar das questões LGBT em sala de aula"

Theresa May, primeira-ministra britânica e membro do Partido "Conservador" 



Instituto Cristão, 19 de outubro de 2017 


As crianças na escola devem aprender sobre questões LGBT em aulas de educação sexual, disse Theresa May, já que declarou que há “muito mais a ser feito” depois da implementação do casamento entre pessoas do mesmo sexo. 

A primeira-ministra também reiterou planos para tornar mais fácil para que as pessoas possam “mudar de sexo” em um jantar de um evento de premiação LGBT ontem à noite. 

17 de out de 2017

200 milhões de meninas em todo o mundo foram vítimas de abortos de seleção de sexo





LifeNews, 11 de outubro de 2017. 


11 de outubro é o Dia Internacional das meninas. Ao celebrarmos as amadas mulheres e meninas em nossas vidas, lembremo-nos também dos 200 milhões de meninas em todo o mundo que foram vítimas do aborto seletivo por sexo – meninas como “Lian”, que foi quase abortada, mas cuja vida foi salva por nossa Campanha “Salve uma menina”. 

A família de Lian vive em uma aldeia remota na China rural, onde a vida é difícil. A vida para a mãe de Lian é especialmente difícil. Seu avô que vive ao lado da mãe sofre de paralisia. Sua condição causou dificuldades financeiras porque a família não tem seguro, então eles gastaram todo o seu dinheiro em cuidados médicos. Eles até receberam empréstimos de parentes, embora eles não saibam como eles serão capazes de pagar isso. 

Faculdade de Oxford volta atrás após proibir União Cristã em feira de calouros

Ciclistas passam pelo Balliol College via Broad Street, em Oxford, 22 de março de 2012



Epoch Times, 15 de outubro de 2017 






Líderes estudantis em uma faculdade da Universidade de Oxford proibiram a União Cristã de participar da recepção de calouros, mas voltaram atrás depois da reação dos estudantes. As lideranças estudantis da Faculdade Balliol haviam proibido a União Cristã de participar da feira de recepção de seus calouros alegando temores de que ela pudesse “prejudicar” ou “alienar” os novos alunos.

Frederick Potts, vice-presidente do Comitê Júnior da Sala Comum (JCR), o diretório representante do corpo discente da faculdade, escreveu em uma mensagem de e-mail vazada que a influência histórica do cristianismo tem sido usada como desculpa para a “homofobia e certas formas de neocolonialismo”, de acordo com Cherwell, o jornal estudantil da Oxford.

14 de out de 2017

Google honra a CEO da abortista Planned Parenthood, Cecile Richards, como “heroína dos tempos modernos”




LifeNews, 13 de outubro de 2017 



A gigante da Internet Google está mostrando o seu viés pró-aborto mais uma vez. 

Na quinta-feira a empresa patrocinou um evento em homenagem a Cecile Richards, CEO altamente remunerada no negócio de aborto da Planned Parenthood. 

A CBN News informa que o Google doou US $ 25.000 para o evento “Heroes on the Front Lines of Resistence” hospedado pelo pró-aborto Centro para Mudanças Comunitárias. “Os Prêmios de Mudanças Comunitárias [Community Change Champion Awards] foram criados para reconhecer as pessoas e organizações cujo trabalho está fazendo progressos na via da justiça social”, disseram os organizadores do evento. 

12 de out de 2017

Trudeau: “Estou criando os meus filhos para serem feministas para combater a 'cultura do sexismo' do Canadá




DailyWire, 12 de outubro de 2017 





“Eu quero que os meus filhos escapem da pressão de ser um certo tipo de estereotipo masculino que é tão prejudicial para os homens e para as pessoas ao seu redor”. 

Cultivar o Feminismo dentro das mentes de seus filhos é um princípio orientador de sua estratégia parental, escreve o primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, em uma entrevista publicada na quarta-feira em Marie Claire. Motivar os seus três filhos a serem feministas, ele acrescenta, ajudará a melhorar uma sociedade canadense, que ele acusou amplamente de ter uma “cultura sexista”. 

Dinamarca para a ONU: “O termo 'mulher' grávida é transfóbico. Os homens também podem engravidar”




LifeSiteNews, 11 de outubro de 2017 






11 de outubro de 2017  (LifeSiteNews) – A Dinamarca recomendou que o Comitê de Direitos Humanos das Nações Unidas não use o termo “mulher grávida” porque exclui “pessoas transexuais”. O pequeno país europeu também disse que sua interpretação do “direito à vida” inclui o direito ao aborto. 

O Comitê de Direitos Humanos aceita comentários dos países sobre o Pacto Internacional de Direitos Civis e Políticos, em particular a seção que aborta o “direito à vida”. 

O uso de termos no projeto é, por vezes, “generalizado”, escreveu o Ministro dos Negócios Estrangeiros da Dinamarca. “Embora o direito à vida seja fundamental, deve-se ter cuidado para não conectá-lo a todos os aspectos possíveis das violações de direitos humanos. Tal abordagem corre o risco de generalizar ao invés de fortalecer os aspectos centrais do direito à vida”. 

Estados Unidos e Israel anunciam saída da Unesco por “viés anti-Israel”



Epoch Times, 12 de outubro de 2017 



Falta de reformas no think thank educacional da ONU também está entre as justificativas

O governo dos Estados Unidos comunicou nesta quinta-feira sua decisão de retirar o país da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Dentre as justificativas elencadas pelo Departamento de Estado americano está a continuidade do ‘viés anti-Israel’ do órgão. A saída se efetivará em 2018, a partir de quando os EUA intentam estabelecer uma missão permanente de “observadores”, segundo o comunicado.

“Não foi uma decisão fácil e reflete as preocupações dos EUA com pagamentos em atraso na Unesco, a necessidade de reformas fundamentais na organização e a continuidade do viés anti-Israel na Unesco”, comunicou o Departamento de Estado.

11 de out de 2017

A Silenciosa Conquista Islâmica da Espanha

Gatestone, 08 de outubro de 2017 





  • "Expulsos há cinco séculos pelos cruzados cristãos, os árabes estão de volta à Espanha, usando seus petrodólares para comprar terras que foram tomadas de seus antepassados pela espada". — James M. Markham, The New York Times, 1981.
  • O diário madrilenho ABC ressaltou que 800 mesquitas na Espanha estão fora de controle. O diário espanhol La Razon acusou os doadores do Golfo, como o Qatar, de serem a origem da islamização da Espanha. Os sauditas também lançaram um novo canal de televisão espanhol, Córdoba TV, seguidos pelo Irã com outro canal.
  • Eles sonham e trabalham para recuperar o "califado perdido" da Espanha. Alguns islamistas o fazem com bombas e atropelamentos. Outros, mais discretamente, o fazem com dinheiro e dawa, divulgação do Islã. A segunda maneira pode ser ainda mais eficiente do que a primeira.

A cerimônia realizada em 2003 foi anunciada com manchetes bombásticas: "após uma demora de mais de 500 anos, os muçulmanos espanhóis finalmente conseguiram construir sua própria mesquita à sombra de Alhambra, outrora símbolo do poder islâmico na Europa". Uma equipe da Al Jazeera foi enviada para fazer a cobertura do evento: um muezim (encarregado que chama os muçulmanos às orações do alto dos minaretes) subiu ao alto do minarete da Grande Mesquita de Granada para chamar os fiéis para a oração pela primeira vez em cinco séculos.

Europa: Jihadistas se Passando por Migrantes

Gatestone, 05 de outubro de 2017 




"Mais de 50 mil jihadistas estão vivendo na Europa."

  • Mais de 50 mil jihadistas estão vivendo na Europa. — Gilles de Kerchove, Coordenador do Contraterrorismo da União Europeia.
  • A Europol, agência de polícias do continente europeu, identificou pelo menos 30 mil Websites ativos de jihadistas, mas como a legislação da UE não exige mais que os provedores de serviços de internet coletem e armazenem metadados - incluindo dados sobre a localização dos jihadistas - de seus clientes, em razão da invasão de privacidade. De Kerchove ressaltou que isso estava emperrando a capacidade da polícia de identificar e deter jihadistas.

As autoridades alemãs estão a procura de integrantes de um dos grupos jihadistas mais violentos da Síria, Jabhat al-Nusra, mas que, de acordo com a revista Der Spiegel, entraram na Alemanha disfarçados de refugiados.

Os homens, todos integrantes do ex-grupo rebelde Liwa Owais al-Qorani, praticamente exterminado pelo Estado islâmico em 2014, segundo consta, massacraram centenas de sírios, tanto soldados quanto civis.

Enriquecimento cultural de violência nas escolas alemãs

"Faça a Europa entrar no Oriente Médio", é o que o chapéu diz. 



Gates of Vienna, 11 de outubro de 2017 






O seguinte artigo sobre o aumento da violência nas escolas alemãs foi publicado na semana passada no Blog de Michael Mannheimer. Muito obrigado a JLH pela tradução: 

Violência nas Escolas. 
Cinco incidentes em duas semanas. 

França – “mulher” transgênero americana [o] entre os antifascistas condenados por atacar a polícia francesa





The Local Fr, 11 de outubro de 2017 






Uma “mulher” transgênero americana estava entre os vários militantes “antifascistas” a quem foram dadas penas de de prisão na quarta-feira por atacar e incendiar um carro de polícia em Paris durante um protesto anti-polícia. 

Nove “ativistas” antifascistas, incluindo um americano, foram julgados em Paris por um ataque violento contra a polícia francesa que gravou tudo em um vídeo chocante que fez manchetes no mundo todo. 

Na quarta-feira, dois dos acusados foram liberados por um juiz, mas os outros sete foram condenados a prisões de um a sete anos pelo ataque em maio de 2016 no qual jovens vestidos de preto com os rostos cobertos atacaram e incendiaram um carro de polícia em Paris, enquanto dois oficiais ainda estavam dentro. 

10 de out de 2017

A resolução sobre direitos humanos que o regime chinês quer silenciar





Epoch Times, 10 de outubro de 2017 






A ‘carta maldosa’ enviada pelo consulado chinês para persuadir os legisladores da Califórnia

SÃO FRANCISCO — Uma manifestação ocorreu do lado de fora do consulado chinês em São Francisco na manhã de 8 de setembro para protestar sobre a interferência do regime chinês na legislatura da Califórnia.

O que deu início à manifestação foi uma carta enviada pelo consulado para todos os membros do Senado da Califórnia alertando que apoiar a Resolução Conjunta do Senado nº 10 (SJR 10) — uma resolução apoiada pelo senador Joel Anderson que condena o Partido Comunista Chinês por sua constante perseguição aos praticantes do Falun Gong — prejudicaria as relações entre os dois governos.

Reino Unido – Ateus militantes esquerdistas da Universidade de Oxford banem um grupo cristão de um evento da faculdade




Daily Mail, 10 de outubro de 2017 






Os estudantes da Universidade de Oxford proibiram a União Cristã de participar da feira de calouros depois de dizerem que a religião é “prejudicial” e “uma mera desculpa para praticar a homofobia e o neocolonialismo”. 

Funcionários do sindicato estudantil da Balliol impediram que os representantes assistissem o evento e avisaram que o grupo poderia causar “danos” ao criar uma barraca no evento. 

A decisão foi revelada em uma série de e-mails vazados que provocou a fúria de toda a faculdade. 

6 de out de 2017

De que lado está a China no conflito Coreia do Norte e Estados Unidos



Epoch Times, 06 de outubro de 2017 



A Coreia do Norte declarou que testou sua sexta bomba nuclear em 3 de setembro, uma medida que foi fortemente condenada pelo secretário-geral da ONU, António Guterres, e pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que ameaçou interromper negociações com qualquer país que faça negócios com o isolado país comunista.

Entre os países que possuem laços diplomáticos com a Coreia do Norte, o que provavelmente se sentirá mais implicado com a ameaça de Trump é o regime chinês, o maior e historicamente mais leal aliado da Coreia do Norte.

Os 6 ditadores genocidas mais cruéis da história moderna





Epoch Times, 04 de outubro de 2017 



Regimes comunistas como da Rússia, China e Vietnã somam mais de 100 milhões de assassinatos. O nazismo produziu cerca de 17 milhões de vítimas.

O conceito de ditador ou de um governante todo-poderoso foi inventado na Roma antiga. Hoje em dia, essa é uma palavra associada ao uso sistemático da violência contra a oposição política e a perseguição de grupos religiosos e étnicos.

4 de out de 2017

Referendo curdo reaproxima Turquia e Irão




Euronews, 04 de outubro de 2017 



O referendo independentista no Curdistão reforça os laços entre a Turquia e o Irão que ameaçam recorrer a novas sanções para isolar o território iraquiano.

Os presidentes turco e iraniano reuniram-se esta quarta-feira em Teerão, durante uma visita destinada a relançar a cooperação entre os dois países, ciclicamente abalada por rivalidades regionais.

Uma reconciliação selada pelas acusações dos dois líderes a Israel, por alegada interferência no processo independentista curdo.

Estatal russa fornece internet à Coreia do Norte




Epoch Times, 03 de outubro de 2017 




A Coreia do Norte ganhou novo acesso à Internet através da Rússia, o que, na opinião de especialistas cibernéticos, fortalece a internet do país e sua capacidade para realizar ciberataques.

Os mesmos especialistas em segurança cibernética acreditam que a Coreia do Norte esteve por trás dos ataques a bancos e à Sony Pictures e do ataque do vírus de computador chamado WannaCry.

A empresa de monitoramento da internet 38 North assegurou que a nova conexão através da empresa estatal russa TransTeleCom começou a aparecer em bancos de dados de roteamento da internet às 9h08min da manhã (UTC) no domingo.

Escola australiana pretende proibir termos masculinos e femininos para tornar o ambiente mais "inclusivo"




Daily Mail, 02 de outubro de 2017 





Termos de gênero masculino e feminino poderiam ser despojados das salas de aula australianas como forma de tornar as crianças transgêneros mais confortáveis. 

Em uma ação para tornar as salas de aulas mais neutras em termos de gênero, as partes do corpo podem ser descritas por sua função, em vez de seus nomes tradicionais, de acordo com o The Australian

Os termos, incluindo “pênis e vagina”, poderiam ser trocados por “esperma e óvulos” e “tecido erétil” poderia ser usado para descrever o pênis e o clitóris se as escolas começassem as aulas de educação sexual com foco no gênero neutro. 

3 de out de 2017

Bispo da Igreja da Inglaterra se recusa a admitir em público que relação homossexual é um pecado




The Christian Post, 03 de outubro de 2017 






O arcebispo de Canterbury e líder da Comunhão Anglicana, Justin Welby, admite que não consegue responder se a relação sexual homossexual é pecaminosa ou não, e que tem dificuldades de admitir isso. 

Welby foi questionado sobre a prática pecaminosa em uma entrevista com a revista GQ publicada na segunda-feira, na qual ele respondeu: “Você sabe muito bem, essa é uma pergunta que eu não posso dar uma resposta direta. Desculpe, mal posso formulá-la. Eu preciso pensar melhor”. 

Reino Unido – universidade acusada de duplo padrão sobre questões LGBT, Islã e crenças cristãs




Christian Concern, 03 de outubro de 2017 



Um estudante cristão acusou a Universidade de Sheffield de um “terrível duplo padrão” em sua decisão de expulsá-lo de um curso de trabalho social depois que ele expressou as suas crenças cristãs no Facebook. 

Félix Ngole, de 39 anos, de Barnsley, fez a acusação depois que novas provas foram submetidas a uma audiência da Revisão Judicial hoje no Tribunal Superior de Londres. 

A evidência destaca a atividade de ativismo LGBT de um funcionário chave da universidade e o comportamento da universidade em relação a um polêmico orador islâmico.