24 de mai de 2017

Alemanha – operações anti-drogas em Berlim levam à prisão de quatro militantes islâmicos





The Local De, 24 de maio de 2017. 



A polícia alemã disse que prenderam nove suspeitos de tráfico de drogas, incluindo quatro supostos militantes islâmicos, em incursões de manhã cedo nessa quarta-feira. 

A polícia prendeu quatro “islamitas considerados capazes de recorrer à violência”, na operação para desmantelar uma quadrilha de tráfico de drogas, disse a polícia e o Ministério Público de Berlim, em um comunicado. 

Eles também apreenderam aparelhos eletrônicos, drogas e armas após investigarem seis locais em quatro distritos diferentes de Berlim. 

Mandados de prisão já haviam sido emitidos para três dos militantes islâmicos suspeitos, e o quarto era para ser entregue para mais um nesta tarde de quarta-feira. 

A polícia não forneceu mais detalhes sobre os perfis dos suspeitos ou as suas possíveis intenções. 

As autoridades alemãs têm atraído críticas desde um atentado que ocorreu no mercado de Natal na capital em dezembro passado, cuja autoria o Estado Islâmico reclamou para si, quando o tunisiano ,Anis Amri dirigiu um caminhão contra uma multidão de compradores. 

Desde então, surgiram informações de que a polícia tinha deixado de investigar Amri, vários meses antes do atentado, embora tivesse a suspeita de que ele estaria preparando um atentado. 

A polícia também poderia tê-lo preso meses antes, por tráfico de drogas, afirmou o ministro de Berlim responsável pela segurança, Andreas Geisel. 

Em vez disso a polícia mais tarde afirmou que Amri havia sido apenas um traficante de drogas em pequena escala, acrescentou. 

Geisel disse que ele fez uma queixa criminal contra a polícia em Berlim por ter falsificado um documento após o ataque, a fim de desviar a culpa. 

Artigos recomendados: 


Nenhum comentário:

Postar um comentário