31 de mar de 2017

Médica é filmada confessando os horrores da indústria do aborto: “É preciso musculação para desmembrar um bebê”




Gospel+, 31 de março de 2017. 






Médica é filmada por uma câmera escondida dizendo detalhes sobre a indústria do aborto e afirmando que precisa ter bíceps fortes para mutilar os bebês durante o procedimento

O debate sobre a legalização do aborto vai muito além de um tema envolvendo direitos e deveres ou da saúde pública. Na prática, os interesses por trás dessa prática dizem respeito também ao comércio ilegal, com a venda de órgãos e partes do corpo de um bebê, ou feto, para a indústria do aborto. Em mais um vídeo divulgado esta semana, uma médica e ex-diretora de uma das clínicas da empresa abortista “Planned Parenthood”, revela detalhes sobre a crueldade praticada contra a vida humana em seu estágio mais indefeso.

Steinitz para o JPOST: "O engajamento do Irã na Síria é uma ameaça ainda maior para Israel do que o próprio Estado Islâmico"





JPOST, 30 de março de 2017. 






Com o fim da guerra civil síria presumivelmente à vista, Israel e os outros países da região estarão enfrentando uma séria questão. 

Enquanto as potências mundiais se concentram em derrubar o Estado Islâmico, o Irã em silêncio vai ganhando força na Síria – representando uma ameaça direta a Israel, e aos países do leste do Mediterrâneo e de toda a Península Arábica, de acordo com o ministro da Infraestrutura, Energia e Água Yuval Steinitz. 

É muito fácil e convincente se concentrar no Estado Islâmico”, disse ele ao The Jerusalem Post. “Mas temos dois desafios na Síria: um é o Estado Islâmico e o outro o Irã. A maior ameaça está vindo do Irã, e não apenas de seu programa nuclear. A ameaça mais imediata e urgente é o plano iraniano de transformar a Síria, depois que esta horrível e brutal guerra civil terminar, em algum tipo de extensão do Irã”. 

Filipinas – juventude comunista cresce nas fileiras do CPP



Inquirer, 31 de março de 2017. 



Por Jovic Yee



Menos de uma centena de partidários do Partido Comunista das Filipinas (CPP) realizaram uma manifestação relâmpago em Mendiola nessa manhã de sexta-feira para mostrar o seu apoio no fim do segundo congresso secreto do movimento. 

Liliosa Sumilang, porta-voz do CCP's na Grande Manila, considerou o congresso concluído com  um sucesso, visto que, em sua maioria, foram os jovens membros que assumiram a tarefa de continuar a luta de quase cinco décadas iniciada pelos líderes do movimento revolucionário do Comitê central. 

Pílulas de aborto apreendidas na Irlanda do Norte




The Christian Institute, 31 de março de 2017. 



As pílulas de aborto que foram compradas ilegalmente online foram apreendidas em uma nova tentativa de fazer cumprir a lei na Irlanda do Norte. 

O Serviço de Polícia da Irlanda do Norte (PSNI) fez o anúncio de que mais de 100 pacotes de pílulas de aborto foram apreendidas e foi dado prosseguimento as acusações. 

As drogas poderosas e potencialmente perigosas foram comerciadas originalmente online numa tentativa de começar a burlar as leis que protegem as crianças não-nascidas. 

Jihadistas Vivem às Custas de Apoio Financeiro da Europa que Eles Juram Destruir

Gatestone, 31 de Março de 2017.





  • A história de Al Harith revela até onde chega um dos maiores escândalos da Europa: a utilização de benefícios vitalícios europeus pelos jihadistas para financiar a sua "guerra santa".
  • A Europa forneceu tudo a eles: emprego, casa, saúde pública e assistência social, seguro desemprego, ajuda financeira, algo equivalente ao salário-família, benefícios para portadores de necessidades especiais, ajuda em dinheiro. Esses extremistas muçulmanos, no entanto, não veem esta "Dependistão", como Mark Steyn chamou o estado de bem estar social como sinal de generosidade, mas de fraqueza. Eles entendem que a Europa está pronta para ser destruída.
  • Repletos de certezas religiosas e ódio ideológico contra o Ocidente, sem necessidade de assimilarem os valores e as normas da Europa, muitos dos muçulmanos europeus, ao que tudo indica, se sentem como se estivessem destinados a devorarem uma civilização exausta.
  • As metas de política pública devem priorizar o incentivo para que as pessoas deixem de depender da assistência social - hoje denotando, basicamente, o desincentivo à procura de emprego - exceto em casos extraordinários e o desincentivo à responsabilidade pessoal. É preciso que haja limites legais para o uso dos fundos para o bem estar social - por exemplo: os fundos de assistência social não deveriam ser usados para a compra de drogas ilícitas, para os jogos de azar, para o terrorismo e, como já não há nenhuma liberdade de expressão na Europa mesmo, de promover o terrorismo. Poder-se-ia criar e ajustar detalhadamente uma lista desta natureza. Desprezar as ditas limitações resultariam na perda dos benefícios. Medidas como as apresentadas acima ajudariam a combater a guetização e a islamização de muçulmanos na Europa.

EUA: Mike Flynn quer imunidade em troca de testemunho




Euronews, 31 de março de 2017. 



Mike Flynn, o antigo assessor de Segurança Nacional da Casa Branca, que se demitiu devido à controvérsia pelos contactos com a Rússia, diz estar disposto a testemunhar em troca de imunidade.

Segundo o The Wall Street Journal, o general reformado deu a conhecer as suas intenções às comissões da Agência Federal de Investigação – o FBI -, do Senado e da Câmara dos Representantes, que estão a investigar o caso.

De acordo com o periódico, a oferta foi feita através do advogado de Flynn e desconhece-se se já há resposta.

30 de mar de 2017

Tribunal Supremo Comunista assume funções do Parlamento na Venezuela

Uma corte muito imparcial.


SIC, 30 de março de 2017. 



O Tribunal Supremo da Venezuela assumiu esta quinta-feira os poderes do parlamento do país, que atualmente é controlado pelos opositores do Governo do "presidente" venezuelano Nicolás Maduro.

"Enquanto persistir o desacato à justiça e a invalidade da Assembleia Nacional, os poderes parlamentares serão exercidos diretamente pela câmara constitucional do Tribunal Supremo ou pelo órgão que esta estipular para salvaguardar o Estado de direito", segundo a decisão publicada pelo tribunal na noite de quarta-feira.

O tribunal decidiu em agosto de 2016 que a maioria da oposição na Assembleia Nacional estava desacreditada por ter permitido o juramento de três deputados que foram suspensos por suposta fraude eleitoral, acusações que a oposição condena e aponta como uma tentativa de reduzir o seu poder no parlamento.

Reino Unido – juiz do tribunal do trabalho: “Não exprima nada sobre as suas crenças no local de trabalho"

Sarah Kuteh




Christian Concern, 30 de março de 2017. 



Um juiz do Tribunal do Trabalho disse que “as pessoas não devem expressar qualquer coisa sobre as suas próprias opiniões sem elas primeiramente serem questionadas por outra pessoa”. 

O juiz Martin Kurrein fez os comentários hoje (quinta-feira 30 março) durante a audiência de Sarah Kuteh, uma enfermeira cristã demitida pelo NHS depois que ela falou com os pacientes sobre sua fé, e ocasionalmente ofereceu oração. 

Durante o interrogatório de uma das testemunhas, o representante do Centro Legal Cristã Pavel Stroilov, que representa a senhorita Kuteh, perguntou: 

Você está sugerindo que no contexto dos deveres de Sarah, qualquer expressão de suas próprias crenças religiosas é inapropriada?”. 

A Carolina do Norte vai votar a revogação do projeto de lei que fazia acepção de gênero no uso de banheiros



CBN, 30 de março de 2017. 



Os legisladores da Carolina do Norte devem votar nessa quinta-feira a revogação da lei divisória de bainheiros no estado. No entanto, não está claro se a nova legislação terá votos suficientes para ser aprovada. 

O governador democrata do estado Roy Cooper executou com sucesso no outono passado uma plataforma que incluía a revogação do projeto de lei. 

Não é um negócio perfeito, mas a lei ao ser revogada pela casa irá reparar a nossa reputação”, disse ele. 

Profissionais pró-ISIS do aeroporto Montreal-Trudeau demonstram que a segurança nos aeroportos não passam de uma “encenação”

Prólogo.

Jay Fayza fala sobre Quebec e como o governo da cidade de Montreal está colocando a mercê dos jihadistas a segurança dos canadenses, enquanto os recruta para compor o aparato de segurança, mesmo sabendo que corre o risco de perpetrarem alguma ação terrorista islâmica. Uma ação que é similar a tomada pela polícia novaiorquina que há um tempo atrás recrutou especificamente muçulmanos para trabalhar na polícia. Não é muito difícil especular que também o fizeram para aeroportos. 



The Rebel Media, 29 de março de 2017. 



Por Jay Fayza


Há uma história em desenvolvimento saindo diretamente de Quebec sobre dois funcionários do Aeroporto Trudeau de Montreal, que a polícia suspeita serem radicalizados

Segundo os relatos, os dois funcionários são defensores online do Estado Islâmico. A eles também foi dado acesso privado a áreas não seguras do aeroporto. 

França: A luta contra a radicalização não está a produzir efeitos - ignorando o Islã e lutando contra um espantalho

Prólogo. 

O governo francês está tentando ser criativo na forma politicamente correta de combater um problema que ele mesmo criou. Então, para combater a "radicalização" e não o Islã, fonte de extremismo, eles pretendem dar todo o lazer para que os jihadistas se sintam em casa e para que aprendam como é bom fazer parte duma sociedade liberal decadente, pronta para ser conquistada pelo primeiro que tiver coragem para erguer os punhos contra os seus ineptos cidadãos. Enquanto o governo francês tenta desassociar atos violentos do ensino do Islã, os franceses que ainda confiam nessa solução mágica vão sendo cada vez mais vitimados. E o círculo de matança continua! 



Euronews, 30 de março de 2017.


A luta contra a radicalização jihadista em França é um fracasso, de acordo com as primeiras conclusões de um relatório acabado de publicar pelo senado francês.

29 de mar de 2017

Há uma epidemia de overdose de drogas nos subúrbios da América




Bloomberg, 29 de março de 2017. 



Por Peter Coy



Overdoses estão matando mais americanos do que nunca, enquanto as mortes em acidentes de transito estão muito mais baixas do que o seu nível há década atrás. 

Uma década atrás, os subúrbios eram o lugar mais seguro na América quando se tratava do número de overdoses de drogas. Agora, eles são os mais perigosos. Essa é uma descoberta chocante de um relatório divulgado nessa quarta-feira. 

Este foi um relatório muito negro”, diz Marjory Givens, uma das autoras do County Health-Rankings [Rankings de Saúde do Condado] de 2017. Ela é vice-diretora de dados científicos para o projeto, bem como uma cientista associada no Instituto de Saúde da População da Universidade de Wisconsin. “Estamos enfrentando uma crise aqui”. 

O Estado da Califórnia está acusando investigadores e líderes pró-vida por 15 crimes por expor as vendas de partes de bebês da Planned Parenthood




Lifesitenews, 28 de março de 2017. 






CALIFÓRNIA, 28 de março de 2017 (LifeSiteNews) – O estado da Califórnia está acusando os investigadores pró-vida David Daleiden e Sandra Merritt do Centro para o Progresso Médico (CMP) por 15 crimes, nessa terça-feira. 

Os vídeos secretos do CMP mostrando como os executivos da Planned Parenthood regateavam os preços das partes dos corpos dos bebês abortados estimularam uma investigação no Congresso que pediu que a empresa de aborto fosse despojada de seus dólares de impostos federais. 

Essas acusações feitas por amigos políticos da Planned Parenthood são falsas, são notícias falsas”, disse Daleiden em uma declaração ao LifeSiteNews. “Eles tentaram o mesmo conluio com funcionários corruptos em Houston, TX, e tanto as acusações quanto o DA foram descartados."

Governo egípcio se encolhe perante ataques perpetrados contra cristãos




CP, 29 de março de 2017. 



Por Rod Anderson



Cristãos egípcios que recentemente fugiram de suas casas após uma sequência de “ataques direcionados” dizem que receberam uma resposta “apática” das autoridades governamentais quando procuraram proteção contra extremistas islâmicos radicais. 

Centenas de famílias cristãs foram forçadas a abandonar as suas casas no norte da Península do Sinai após o assassinato de pelo menos sete cristãos na cidade costeira de Al-Arish, de 30 de janeiro a 23 de fevereiro. 

De acordo com ativistas dos direitos humanos egípcios que conversaram com a organização não-governamental internacional Human Rights Watch, famílias que fugiram de Al-Arish e agora vivem a oeste do Canal de Suez disseram que os ataques perpetrados contra a comunidade cristã se encaixava no molde de ataques anteriormente realizado por afiliados do Estado Islâmico no Sinai. 

Artigos recomendados: 



Brexit: Carta de Theresa May já foi entregue em Bruxelas

O momento em que Tim Barrow, representante do Reino Unido na União Europeia, entrega ao Presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, a carta que abre formalmente o processo de saída do Reino Unido da União Europeia.



RTP, 29 de março de 2017. 



Por Sandra Salvado



A primeira-ministra britânica já fez chegar a Bruxelas a carta para acionar o artigo 50 do Tratado de Lisboa, que abre formalmente o processo de saída, até hoje inédito, do Reino Unido da União Europeia. O documento foi entregue esta quarta-feira por Tim Barrow, representante do Reino Unido na União Europeia ao Presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk.

Nove meses após a vitória do Brexit no referendo 23 de junho dá-se o início do processo para a primeira saída de um Estado-Membro da União Europeia. Depois da ativação do artigo 50 do Tratado de Lisboa, seguem-se dois anos para concluir as negociações, que se adivinham delicadas entre Londres e os 27.

28 de mar de 2017

Parlamento escocês autoriza novo referendo pela independência




Euronews, 28 de março de 2017. 






Nicola Sturgeon vai poder propor um novo referendo à independência da Escócia, mesmo se já sabe que o governo britânico se vai opor.

O parlamento escocês aprovou a proposta da primeira-ministra, que pretende, com este novo voto, evitar que a Escócia sofra os efeitos do Brexit.

A Escócia votou, na maioria, pela permanência na União Europeia, o que fez Sturgeon desenterrar a ideia do referendo. Em 2014, o “não” à independência ganhou por menos de dez pontos.

Guerra na Síria consolidou as relações entre a Rússia e o Irão



Euronews, 28 de março de 2017. 



Foi à volta desta mesa em Astana, no Cazaquistão, que a cooperação entre a Rússia e o Irão se consolidou nos últimos meses. As potências europeia e oriental, juntamente com a Turquia, roubaram o protagonismo aos Estados Unidos e tomaram as rédeas das negociações sobre o futuro da Síria.

Os posters que se vêm nas ruas de Alepo com as fotografias de Assad, Putine, o ayatollah Khameini e Hassan Nasrallah, líder do Hezbollah libanês mostram, por si só, a aliança geopolítica local, criada em torno do conflito sírio.

As tropas russas e iranianas, aliadas de Bachar Al Assad, contribuiram fortemente para a tomada da cidade pelo regime de Damasco.

Governo canadense sob fogo cruzado por sua política de financiamento do aborto internacional




The Christian Institute, 28 de março de 2017. 



O governo canadense foi acusado de “imperialismo cultural ocidental”, depois de ter prometido financiar o aborto em países do terceiro mundo. 

O arcebispo católico romano Cardeal Thomas Collins escreveu ao primeiro-ministro Justin Trudeau, expressando sua “profunda preocupação e decepção” pelo Canadá ter prometido US $ 650 milhões para permitir o acesso ao aborto. 

Em sua carta a Trudeau, o Cardeal Collins disse que é “arrogante que as nações ricas e poderosas ditem quais prioridades os países de terceiro mundo devem adotar”. 

27 de mar de 2017

Rússia: Prisão de líder de oposição e proibição de protestos com prisões




Euronews, 27 de março de 2017. 



Por Nelson Pereira



O líder da oposição russa, Alexei Navalny, foi conduzido a tribunal esta segunda-feira, um dia depois de ser detido durante as manifestações de protesto contra o governo e a corrupção da elite política.

Entretanto, a União Europeia pediu às autoridades russas a libertação de Navalny e dos restantes manifestantes detidos.

A chefe da diplomacia comunitária, Federica Mogherini, criticou num comunicado que a detenção de centenas de manifestantes pacíficos, incluído o líder da oposição, tenha impedido “o exercício da liberdade básica de expressão, associação e reunião, que são direitos fundamentais da Constituição russa”.

Alemanha: CDU de Merkel contraria "efeito Schulz" no Sarre - Socialismo vs Socialismo



Euronews, 27 de março de 2017. 






Martin Schulz falhou este domingo o primeiro teste como líder dos social-democratas alemães. O SPD apenas obteve 29 por cento dos votos nas eleições regionais no estado do Sarre.

Mas a pequena região na fronteira com a França apenas representa 1 por cento da população e o ex-presidente do Parlamento Europeu continua com a mira apontada às legislativas de setembro.

Schulz frisou que “o SPD vai focar-se numa análise sóbria dos resultados, das vantagens e desvantagens, dos prós e contras” e vai “tirar as conclusões necessárias para as eleições que estão pela frente”.

Diáspora turca começa a votar no referendo constitucional



Euronews, 27 de março de 2017. 



Os turcos que vivem fora do país começaram a votar no referendo sobre o alargamento dos poderes do presidente. 

A consulta popular decorre apenas a 16 de abril na Turquia, mas os emigrantes já podem participar neste escrutínio.

Na Europa as mesas de voto estão foram instaladas nas embaixadas e consulados dos países com maior representação da comunidade turca. Entre a diáspora as opiniões dividem-se. Em Berlim, na Alemanha, um turco explica que “temos uma República Turca e vamos apoiá-la até ao fim. Estamos aqui para apoiar a estabilidade do nosso país”.

Austrália – dias depois da carnificina em Londres, líder islâmico de Sidney diz que muçulmanos apóstatas devem morrer




Daily Mail, 27 de março de 2017. 






Um líder de um grupo islâmico radical defende a lei Xaria onde ela diz que os muçulmanos que abandonam a religião devem ser condenados à morte. 

O porta-voz do Hizb ut-Tahrir, Uthman Bader, foi franco quando perguntado sobre a política do grupo em um [evento] fórum em Bankstown, no sudoeste de Sidney, na noite de sábado. 

A decisão sobre os apostatas como tais no Islã é clara, que os apóstatas atraem a pena de morte para si e não nos esquivamos disso”, disse Badar na presença de crianças. Um apóstata é alguém que decide deixar o Islã. 

Iêmen passa da crise para beira do desastre

Militantes Houthis recém-recrutados marcham na capital Sanaa em 2 de fevereiro para mobilizar mais pessoas para combater as forças pró-governo em várias cidades iemenitas.


Epoch Times, 27 de março de 2017. 






O Iêmen enfrenta um estado de crise. Sua população sofre fome; terroristas, incluindo o Estado Islâmico (EI) e a al-Qaeda, estão construindo campos de treinamento dentro de suas fronteiras; e governos estrangeiros estão lutando contra ou patrocinando grupos militantes locais.

Os militares dos EUA costumavam manter uma presença de segurança no Iêmen, que o governo Obama gradualmente encerrou.

Em março de 2015, os Estados Unidos evacuaram suas tropas remanescentes do país, enquanto grupos, incluindo rebeldes Houthis, al-Qaeda e o grupo terrorista EI, ajudam a deteriorar a situação de segurança do Iêmen.

Filipinas – A Austrália está preocupada com o 'califado' no sul das Filipinas




Asian Correspondent, 26 de março de 2017. 



A Austrália e os seus aliados estão se preparando para a possibilidade de o Estado Islâmico declarar um “califado” no sul das Filipinas, segundo a ministra australiana das Relações Exteriores, Julie Bishop. 

Em uma entrevista à Sky News no domingo, Bishop descreveu a ascensão do extremismo na nação do Sudeste Asiático como uma das maiores preocupações, saindo de seu recente encontro com o secretário de estado dos Estados Unidos, Rex Tillerson. 

Bishop disse que as autoridades estão preocupadas com cerca de 600 combatentes estrangeiros do Sudeste Asiático que sobrevivem à campanha [ofensiva] no Iraque e na Síria e voltam para casa para assumir o seu objetivo extremista. 

25 de mar de 2017

Suíça – a Suíça investiga a “espionagem turca”

Milli İstihbarat Teşkilatı , MİT


Swiss Info, 24 de março de 2017. 




O Ministério Público suíço abriu um processo criminal por alegações de espionagem política em torno da comunidade turca na Suíça. A ação ocorre em meio a uma disputa política entre a Suíça e a Turquia antes do referendo constitucional turco. 

Na sexta-feira, o escritório do procurador-geral confirmou relatórios sobre a televisão pública suíça (SRF) dos processos criminais iniciados este mês. Em uma declaração, o Ministério Público disse que havia “evidência concreta” de que a espionagem do serviço secreto político havia ocorrido. 

O procurador-geral alertou o gabinete sobre estas suspeitas e recebeu a autorização para prosseguir pelo Ministério da Justiça, dizia o comunicado. 

Suécia – “É daqui de onde vieram os 'novos cidadãos suecos'”, da Suécia – celebrando a islamização da Suécia

Prólogo. 

A jornalista sueca traz as “alegres” estatísticas de imigração do país. Estatísticas estas que o governo e o parlamento liberal sueco celebram com orgulho. Repare que, os “europeus” que estão vindo do Reino Unido, começaram a inchar os números, após o Brexit. O Brexit não é o fim do mundo para a Grã-Bretanha, e isso é o óbvio, pois não coloca o país em risco de bancarrota, como alardeia a mídia de massa, ou alguns especialistas de proveta. Mesmo assim: o que ameaça essas pessoas para que saiam do Reino Unido? Simples: o status de cidadão, a cidadania britânica que está atrelada a programas sociais de vida fácil! O Reino Unido, enquanto membro da União Europeia era forçado as leis de imigração do órgão, porém, fora dele, o governo britânico não tem nenhuma obrigação, inclusive, de manter programas para pessoas que não querem trabalhar no país como cidadãos, mas sugar os seus recursos. 

24 de mar de 2017

Turquia pode rever laços "políticos e administrativos" com a UE, diz presidente turco

Califa, Erdogan


Euronews, 24 de março de 2017. 



Por Nelson Pereira



A Turquia pode rever todos os laços “políticos e administrativos” com a União Europeia, incluindo o acordo para limitar o fluxo de refugiados, após o referendo de abril – disse esta quinta-feira o presidente turco Recep Erdogan, em entrevista à emissora de televisão Kanal D.

Podemos manter as nossas relações económicas, mas pode ser necessário rever os nossos laços políticos e administrativos”, afirmou Erdogan, acrescentando que “Teremos de analisar com o governo e rever tudo, de A a Z.”

A União Europeia convocou esta quinta-feira o embaixador turco em Bruxelas para pedir uma explicação sobre as declarações do presidente da Turquia, que na véspera afirmou que nenhum europeu poderá “dar um passo nas ruas em segurança” se a União Europeia mantiver uma atitude que considera hostil para com a Turquia.

Rússia França e as incertezas nas eleições




Euronews, 24 de março de 2017. 



Por António Oliveira e Silva



Com AFP e TASS

O presidente da Federação Russa, Vladimir Putin, recebeu de, forma oficial a líder do partido de "extrema-direita" francesa, Frente Nacional, Marine Le Pen.

Foi a primeira visita oficial de Le Pen, a melhor colocada nas sondagens às intenções de voto nas eleições presidenciais de abril, à capital russa. 


“Meu desejo é rasgar a Bíblia”, diz diretor de “A Bela e a Fera”




Gospel Prime, 24 de março de 2017. 



Por Jarbas Aragão.



Cena gay no filme infantil causa polêmica, mas conto é sucesso nas bilheterias

Após toda a controvérsia envolvendo uma cena de homossexualidade no filme “A Bela e a Fera”, muitas críticas atingiram o novo longa da Disney, em especial por ser voltado para o público infantil.

O diretor Bill Condon, que afirmou em entrevistas ter sido iniciativa dele a mudança no roteiro original, é abertamente gay. Uma antiga entrevista sua voltou a ser notícia este mês por causa das declarações abertamente anticristãs.

Adolescente católica com Síndrome de Down questiona a ONU

Olivia Hargroder


Acidigital, 24 de março de 2017. 



SIDNEY, 24 Mar. 17 / 06:00 am (ACI).- Olivia Hargroder é uma estudante australiana que nasceu com síndrome de Down e, com apenas 17 anos, fez um grande discurso em defesa das pessoas que têm esta deficiência ante a Organização das Nações Unidas (ONU).

A menina foi convidada a falar em 21 de março na 12ª Conferência Mundial do Dia da Síndrome de Down na sede da ONU em Nova York, onde era a única estudante da Austrália convidada a dar um discurso.

Embora os médicos tenham dito que nunca aprenderia a falar, Olivia fez o seu primeiro discurso no ano passado em uma conferência nacional de educação e atualmente faz parte da Associação da Síndrome de Down Queensland (Austrália), está terminando o último ano do colégio e trabalha meio período em um supermercado.

Ex-deputado russo, crítico do Kremlin, foi abatido em Kiev




Euronews, 23 de março de 2017. 



Um ex-deputado russo, que estava refugiado na Ucrânia, foi abatido a tiro, esta quinta-feira, no centro de Kiev.

Antigo membro do Partido Comunista, Denis Voronenkov tornou-se, nos últimos meses, num acérrimo critico do Kremlin e da anexação da Crimeia, apesar de antes ter votado a favor da medida.

O político, de 45 anos, refugiou-se na Ucrânia, obteve cidadania ucraniana e era uma testemunha-chave num processo contra o antigo presidente ucraniano, Viktor Yanukovich, por alta traição.

Canadá – As reformas não-democráticas dos liberais canadenses





The Rebel Media, 23 de março de 2017. 






A guerra de Justin Trudeau contra a democracia e a responsabilidade assumiu uma nova forma: a reforma parlamentar processual, e não de uma boa maneira. 

Os liberais estão tentando fazer algumas mudanças drásticas nas atividades do governo, primeiramente fazendo uma consulta para examinar e recomendar mudanças nos procedimentos da Casa dos Comuns. Mas a consulta será falsa porque há uma correção [interesse partidário] dentro. As recomendações já faziam parte de um documento de discussão anterior e, é claro, elas são terríveis. 

“As Filipinas poderiam compartilhar os recursos marítimos com a China”, diz Rodrigo Duterte




ABS, 24 de março de 2017. 



MANILA – O presidente Rodrigo Duterte disse na quinta-feira estar aberto a compartilhar os recursos marítimos com Pequim em águas turbulentas do Mar do Sul da China, sobre as quais Manila recebeu direitos exclusivos por um tribunal internacional. 

Pequim reivindica a maior parte do mar, incluindo as águas próximas à costa filipina, apesar de a reivindicação ter sido declarada sem base no ano passado por um tribunal apoiado pelas Nações Unidas. 

No entanto, Duterte disse que as Filipinas não poderiam explorar os recursos naturais por conta própria. 

23 de mar de 2017

[Vídeo] O Canadá passa a proposta de lei de blasfêmia M103




The Rebel Media, 23 de março de 2017



Por Faith Goldy



A Câmara dos Comuns do Canadá acabou de aprovar a proposta de lei de blasfêmia liberal M103. 



Artigos recomendados: 


Fonte:https://www.therebel.media/breaking_canada_passes_blasphemy_motion

A Rússia pode estar ajudando a fornecer suprimentos a insurgentes talibãs: diz general norte-americano

Comandante das Forças dos EUA na Europa, o General Curtis Scaparrotti


Reuters, 23 de março de 2017. 






O principal general dos Estados Unidos na Europa disse nesta quinta-feira que viu a influência russa nos insurgentes talibãs crescer e levantou a possibilidade de que Moscou esteja ajudando a abastecer os militantes, cujo alcance está expandindo no sul do Afeganistão. 

Eu vi a influência da Rússia tardiamente – aumentando em termos de associação e talvez até mesmo de fornecimento para o Talibã”, disse o general do Exército, Curtis Scaparrotti, que também é o Comandante Supremo Aliado da OTAN, na Europa. 

Ele não deu detalhes sobre que tipos de suprimentos poderiam ser encaminhados para o Talibã ou como se dá o papel direto da Rússia.

22 de mar de 2017

Erdogan avisa Europa: "Nenhum europeu andará em segurança"

Imagem de fundo: atentado no Parlamento de Londres. 


DN, 22 de março de 2017.



Presidente da Turquia diz que a Europa tem de mudar de atitude

O presidente da Turquia Tayyip Erdogan disse esta quarta-feira que os europeus não estarão em segurança no mundo se a Europa não mudar de atitude, segundo a Reuters.

"Se a Europa continuar assim, nenhum europeu em nenhuma parte do mundo andará pelas ruas em segurança", disse o presidente aos jornalistas em Ancara. "Nós, como turcos, pedimos que a Europa respeite os direitos humanos e a democracia".

Atentado em Londres: dois mortos. Ainda há um terrorista em fuga




DN, 22 de março de 2017. 



Dois terroristas capturados. Um polícia e uma mulher morreram

Pelo menos uma pessoa morreu e várias ficaram feridas na ponte de Westminster, perto do Parlamento britânico, em Londres, esta quarta-feira, após o condutor de um automóvel ter acelerado para cima dos transeuntes Na mesma altura, tiros foram disparados do lado de fora do palácio do parlamento e o edifício foi encerrado.

Um polícia foi esfaqueado nesta zona e acabou por morrer. Uma mulher que fora atropelada também perdeu a vida, na ponte de Westminster.

A China ainda é comunista?

Uma cerimônia no Grande Salão do Povo em Pequim em 1º de julho de 2016.


Epoch Times, 22 de março de 2017. 



Por Larry Ong



As armadilhas de uma sociedade de consumo moderna não mudam a essência do regime chinês

A China tem a segunda maior economia do mundo e uma das maiores bolsas de valores. Os arranha-céus modernos pontilham o céu de Beijing, Tianjin e Shanghai. Todas as marcas de carros podem ser encontradas nas ruas e os cidadãos chineses carregam os últimos smartphones.

Então, a República Popular da China é de fato um Estado capitalista moderno e é comunista apenas no nome?

Embora o Partido Comunista Chinês (PCC) tenha adotado alguns aspectos do capitalismo, a China continua a ser um país comunista: O Partido controla toda a terra e toma as grandes decisões sobre a economia; o PCC mantém controles rígidos sobre a fala e a expressão de opinião/pensamento, a assembleia e a crença; e a estrutura política do regime chinês é a de uma ditadura leninista clássica.

Dinamarca – você coloca carne de porco em sua pizza? Então prepare-se para morrer!




Gates of Vienna, 21 de março de 2017. 






O seguinte incidente parece ser um exemplo padrão de quando a lei Xaria é aplicada contra os não-muçulmanos. 

O artigo não indica especificamente que as vítimas eram dinamarqueses nativos. No entanto, os meios de comunicação dinamarqueses não são tão reticentes quanto aos crimes enriquecedores como em alguns países (por exemplo, a Suécia) e descrevem os agressores como sendo “de origem étnica diferente do dinamarquês”. Assim sendo, é razoável supor que a jovem senhorita que estava comendo carne de porco em sua pizza era uma dinamarquesa étnica. 

Canadá - oposição à M103 em Ottawa




Gates of Vienna, 21 de março de 2017. 






O Parlamento canadense está prestes a aprovar um projeto de lei conhecido como M103, que implementará efetivamente a Resolução 16/18 da ONU a nível nacional no Canadá. Todas as formas de “ódio” ou discriminação contra crenças religiosas – como a “islamofobia” sendo a única forma específica mencionada – serão proibidas no novo projeto de lei. 

Tal como tem sido frequentemente discutido aqui, com referência particular à OSCE, o termo islamofobia” nunca foi oficialmente definido por nenhuma das organizações supranacionais que exigem a sua proibição. Quando um termo que é indefinido como uma questão de Direito é usado para descrever o comportamento que está sendo criminalizado, isso por si só dá às autoridades políticas e judiciais um passe livre para visar dissidentes políticos, que podem então ser processados pelo capricho do estado. “Islamofobia” torna-se o que qualquer promotor ou juiz diz – e se os promotores e juízes atenderem as queixas muçulmanas, quem crítica doutrinas islâmicas será acusado do novo crime. 

21 de mar de 2017

Erdogan sobre a UE: “Não nos ameaçarão com nada”

Califa, Erdogan



Expresso, 21 de março de 2017. 



Presidente turco anuncia que vai falar com a União Europeia após o referendo de abril, garantindo que depois da aprovação do sistema presidencialista “nascerá uma Turquia muito diferente”

O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, advertiu esta terça-feira que após a conclusão do referendo constitucional de 16 de abril vai "falar" com a União Europeia (UE) sobre a sua relação com a Turquia.

"Não nos ameaçarão com nada, nem com o processo de adesão à UE nem com o acordo de readmissão [de refugiados]. Após a aprovação do sistema presidencialista em 16 de abril, nascerá uma Turquia muito diferente", anunciou o Presidente durante um discurso em Ancara, transmitido pela cadeia televisiva NTV.

Combates na zona de Damasco a dois dias de novas conversações de paz



Euronews, 21 de março de 2017. 



Com agências. 

Na síria, grupos de rebeldes opostos ao presidente Bashar al-Assad lançaram uma série de ataques na região de Damasco, recuperando algumas das posições anteriormente perdidas para o exércido.

Os combatem têm lugar no terreno apenas a dois dias das conversações de paz para a região, que terão lugar em Genebra, Suíça.

Os militantes, opostos ao Governo de Bashar al-Assad, lançaram um ataque na zona a noroeste da capital.

Bélgica debate-se com falta de pessoal para travar "extremistas" - correndo em círculos!

Prólogo. 

Os oficiais belgas reclamam da falta de pessoal para caçar “extremistas" islâmicos que regressam dos massacres que cometem nos países do Oriente Médio que estão sob controle do Estado Islâmico. Não é preciso ser um especialista para dizer que as pretensões dos oficiais belgas jamais serão realizadas, já que tanto eles, quanto o governo belga, negam a natureza do Islã. O grau de dificuldade de monitoramento não se dá exatamente por não saberem quem são os migrados das zonas de conflitos que estão de retorno, mas sim, muitas vezes, por causa dos próprios cidadãos islâmicos residentes, que dificultam as investigações, ou por não cooperarem de imediato para entregar um irmão de fé cujo ideal compartilham, ou por ser um parente, que tem tal ideologia como código de fé e conduta, na qual se devotaram. O que impede os oficiais de terem êxito também, não são somente estes fatores os quais eu citei, mas sim sua cegueira politicamente correta, de não levar a sério os criadouros desses “radicais”, que são as mesquitas e a fé islâmica que nelas são apregoadas. 

Alemanha – adolescentes islamitas condenados a seis anos de prisão por ataque ao templo Sikh

Um pregador sikh apontando e mostrando os danos causados pela bomba. 



The Local De, 21 de março de 2017. 



Três adolescentes foram sentenciado culpados nesta terça-feira por um atentado com bomba em um templo Sikh em Essen, no ano passado, que feriu três pessoas. 

Os promotores haviam argumentado que os três jovens de 17 anos – que tinham 16 anos na época do ato – haviam atacado o templo devido a motivações islâmicas radicais para matar “não-crentes”. O tribunal da juventude nesta terça-feira concordou com que o motivo deles era ódio para com outras religiões. 

O julgamento não revelou nenhuma evidência de que os três tenham contato direto com o grupo terrorista Estado Islâmico. 

Suécia – centenas de novos requerentes de asilo serão nomeados funcionários da prisão



Speisa, 17 de março de 2017. 



Suécia – os imigrantes recém-chegados vão conseguir emprego nas prisões do país, decidiu o governo. Centenas de estágios estão sendo organizados agora, o governo escreveu em seu site

Durante a quinta-feira, a ministra da Justiça e Migração, Morgan Johansson, visitou a instituição Mariefred e encontrou quatro imigrantes que trabalham lá. Um deles trabalha na cozinha, outro é funcionário de limpeza e os outros dois estão treinando para serem funcionários da prisão. 

Quero trabalhar, e estou muito feliz aqui em Mariefred. Agora eu espero que eu passe no treinamento básico”, diz Khaled Taha do Iraque. 

Revolução russa de fevereiro: o caminho para uma tragédia de 100 anos

Rebeldes em São Petersburgo atiram na polícia imperial russa nos primeiros dias da Revolução de Fevereiro de 1917


Epoch Times, 21 de março de 2017. 


Por Leo Timm


A ascensão do bloco comunista foi um exercício de subversão, terror e assassinato em massa


Cerca de cem anos atrás, a 1ª Guerra Mundial estava em seus últimos e brutais anos. Milhões de homens morreram num massacre sem precedentes tornado possível pelos últimos avanços na tecnologia moderna.

Para a Rússia imperial, grandes baixas e derrotas humilhantes significavam dificuldades econômicas e desordem social em casa. E em março de 1917, o povo de São Petersburgo, a capital imperial, se levantou em revolta armada.

Após a violência dos dias seguintes matar 1.300 pessoas, o czar Nicolau II abdicou em favor de seu irmão, o Grão-Duque Michael Alexandrovich. Quando o duque não aceitou o trono, os rebeldes estabeleceram o Governo Provisório. Ele veio com a promessa de reformar o governo russo, e um voto popular foi planejado para determinar se a nação deveria permanecer uma monarquia ou se mudaria para o republicanismo.