31 de jan de 2017

Reino Unido: Parlamento debate projeto de lei sobre o Brexit



Euronews, 31 de janeiro de 2017. 



Por Rodrigo Barbosa. 



O Parlamento britânico lançou o debate sobre o projeto de lei que autorisará o governo de Theresa May a lançar as negociações para a saída da União Europeia. O voto está previsto para esta quarta-feira ao fim do dia.

Salvo grande surpresa, o texto deverá ser adotado, já que, para além da curta maioria do partido conservador no poder, conta com o apoio dos trabalhistas, principal força da oposição.

30 de jan de 2017

Expansão militar russa no Ártico inquieta a administração Trump




Euronews, 30 de janeiro de 2017. 



A Rússia prossegue a corrida à conquista do Ártico, convertida desde há meses numa das maiores operações militares do país desde a guerra fria.

Moscovo anunciou na semana passada a reabertura de 100 instalações militares na região disputada por países como o Canadá, os Estados Unidos, a Noruega e a China.

Até ao final do ano, a maior base do país no Ártico, instalada na ilha de Kotelny, vai contar com 250 militares permanentes equipados com baterias de defesa anti-míssil.

França: Candidatos à eleição presidencial têm três meses para convencer um eleitorado muito dividido




Euronews, 30 de janeiro de 2017. 




Concluídas as eleições primárias este domingo em França, o Partido Socialista e uma pequena aliança à esquerda encontraram já o homem que os vai representar nas eleições presidenciais de Abril, Benoit Hamon. A campanha pode agora verdadeiramente começar e os candidatos têm três meses para convencer os eleitores.

Hamon disse após as primárias que a esquerda se está a erguer , a virar para o futuro e quer ganhar, acrescentando: “apresentámos coisas diferentes que não serão irredutíveis quando tivermos que enfrentar os adversários”.

Ataque terrorista islâmico numa mesquita em Quebec comove globalistas ocidentais

Prólogo

Justin Trudeau é um dos líderes ocidentais mais pró-islâmico que existe. Não só rejeitou que a prioridade de refugiados fosse os cristãos, como tem dificultado sua vinda. Ele fez um contraponto a ordem executiva expedida pela nova administração norte-americana, na qual reivindica-se que um freio seja colocado na imigração de muçulmanos oriundos de alguns países em específico. Trudeau disse que todos os muçulmanos são bem-vindos no Canadá, uma fala que reverbera pela mídia, e faz a alegria dos políticos manipuladores e mentirosos, assim como da militância cega e imbecil que os segue. A comoção dos líderes deixa claro que eles têm olhos apenas para os muçulmanos, eternas vítimas, e que vão protege-los de tudo e de todos, em detrimento de quantos corpos estiverem aglutinados por conta de atentados por motivação religiosa e política. Um bom exemplo é François Hollande, que usou a mesma fala que usou inúmeras vezes ao longo de seu mandato enquanto massacres ocorriam quase que semanalmente na França. 



SIC, 30 de janeiro de 2017.


Seis pessoas morreram e outras oito ficaram feridas num ataque contra uma mesquita no Quebeque, Canadá, perpetrado esta noite por dois homens, que dispararam contra os fiéis, informou hoje a polícia.

A porta-voz da polícia, Christine Coulombe, disse aos jornalistas que "seis pessoas com idades entre 35 e 70 anos" morreram.

26 de jan de 2017

Leste de Mossul livre do Daesh, diz exército iraquiano




Euronews, 26 de janeiro de 2017. 



Por Ricardo Figueira



O governo do Iraque declarou a zona leste de Mossul completamente libertada do grupo radical Estado Islâmico.

Os atiradores do exército iraquiano tomaram posições no topo de vários edifícios ao longo do Tigre, numa altura em que Daesh prepara uma mudança de posição.


Com certeza, há movimentos por parte deles em todas as alturas. As nossas forças estão espalhadas ao longo do rio Tigre. Deste lado, está o Daesh, de frente para nós. Algumas famílias tentam fugir e chegar à outra margem, com barcos, mas o Daesh tem atiradores que disparam contra eles e lançam morteiros. O nosso trabalho é atacar o Daesh, para que as pessoas possam passar em segurança”, explica Sarmad Ali, membro do grupo de intervenção rápida do exército de Bagdade.

O Daesh está agora concentrado na zona a oeste do rio Tigre. A zona que ficou livre dos terroristas recebe cada vez mais refugiados das áreas ainda controladas pelos radicais.

Na segunda-feira, o exército iraquiano conseguiu um dos maiores sucessos, ao matar 20 combatentes estrangeiros ao serviço do Daesh, que tentavam entrar num campo de treinos.

Artigos recomendados: 



Supremo Tribunal grego desafia Ancara ao rejeitar extradição de militares turcos




Euronews, 26 de janeiro de 2017. 



O governo grego garante que vai respeitar a decisão da justiça depois do Supremo Tribunal ter rejeitado extraditar oito soldados turcos.

Os militares tinham escapado do país durante o golpe militar falhado de julho, rejeitando qualquer envolvimento na conspiração.

Os juízes consideraram que os homens estariam expostos a represálias e mesmo a tortura caso fossem repatriados para a Turquia.

Presidente socialista austríaco toma posse, ao fim de oito meses





Euronews, 26 de janeiro de 2017. 


Por Ricardo Figueira


O presidente da Áustria, Alexander Van der Bellen, tomou posse, finalmente, oito meses depois das primeiras eleições em que foi eleito.

A repetição do escrutínio, em dezembro, ordenada pelo Tribunal Constitucional depois de queixas de irregularidades, fez com que só agora possa ter assumido as funções. Derrotou duas vezes o candidato da "extrema-direita," Norbert Hofer.

A Rússia procura o caos nos Bálcãs, diz especialista dos Estados Unidos

Milorad Dodik e Vladimir Putin



Balkaninsight, 26 de janeiro de 2017. 



O Kremlin está determinado a remover os assentamentos de paz liderados pelos ocidentais na Bósnia e no Kosovo, escreve o especialista americano. 

O líder russo Vladimir Putin planeja uma “vingança” no Ocidente nos Bálcãs por exultar os provocadores sérvios na Bósnia e no Kosovo, disse um especialista em segurança dos Estados Unidos e ex-oficial de contra-espionagem. 

Escrevendo no Observer online, John Schindler diz as soluções propostas para a crise nos Bálcãs e lideradas pelos Estados Unidos nos anos 90, que sempre foram planejadas como correções temporárias, estão se desfazendo rapidamente. 

Novo Departamento de Propaganda da Alemanha

Gatestone, 25-26 de janeiro de 2017. 



O Grande Irmão está de Olho em VOCÊ!






  • O casal Peter e Melanie M. foi processado e condenado em julho de 2016 por ter criado um grupo no Facebook que criticava a política de migração do governo. Também em julho de 2016, 60 suspeitos de postarem "discursos de incitamento ao ódio" na Internet tiveram suas casas invadidas pela polícia alemã.
  • Ao que tudo indica, nada do exposto acima é o suficiente para o presidente do Bundestag, Norbert Lammert do partido CDU de Merkel, que acredita que as medidas tomadas pelo Facebook contra o "discurso de incitamento ao ódio" não sejam o bastante. Segundo o político da CDU, há a necessidade de um incremento de leis.
  • A visão do governo alemão sobre o que constitui o "discurso de incitamento ao ódio" é altamente seletiva e, ao que tudo indica, limitada à crítica legítima e à proteção da sua política de governo no tocante à imigração.
  • Quando uma gigantesca onda de antissemitismo assolou grandes cidades alemãs no verão de 2014, não houve nenhuma manifestação fervorosa antirracista daquela magnitude por parte do governo alemão. Muito pelo contrário, houve sim casos de autoridades praticamente facilitando o discurso de incitamento ao ódio. Em julho de 2014, a polícia de Frankfurt permitiu principalmente que "manifestantes" muçulmanos usassem alto-falantes em suas vans para vociferarem palavras de ordem de incitamento ao ódio, em árabe, incluindo a entoação de "Allahu Akbar" e que os judeus são "assassinos de crianças".
  • Atentados com bombas incendiárias contra uma sinagoga, por outro lado, constituem simplesmente um "ato de protesto".

Funcionários do Ministério do Interior da Alemanha estão exortando o Ministro do Interior Thomas de Maizière a criar um "Centro de Defesa contra a Desinformação" (Abwehrzentrum gegen Desinformation) com o objetivo de combater o que eles chamam de "desinformação política", um eufemismo no tocante a "notícias falsas".

"A aceitação de uma era pós-verdade equivaleria à capitulação política", ressaltaram os funcionários a Maizière em um memorando que também revelou que os burocratas do Ministério do Interior estão ansiosos em ver a "autêntica comunicação política" continuar sendo a "essência do Século XXI."

25 de jan de 2017

Governo britânico vai submeter plano "Brexit" ao parlamento na quinta-feira



Euronews, 25 de janeiro de 2017. 



O governo britânico cede à pressão dos críticos do “Brexit” ao anunciar que vai publicar um livro branco para explicar os planos do executivo.

A primeira-ministra Theresa May declarou igualmente que um projeto lei sobre a saída do país da União Europeia vai ser submetido aos deputados, à partida, já amanhã.

As duas decisões foram anunciadas um dia depois do Supremo Tribunal ter obrigado o executivo a consultar o parlamento antes de ativar o artigo 50 do Tratado da União.

Alemanha – Darmstadt rescinde com jogador tunisino, por ligação a organização islâmica suspeita de financiar o jihadismo




DN, 25 de janeiro de 2017. 



Por Isaura Almeida



Ben-Hatira fazia trabalho "humanitário" na Ansaar International, com ligações à comunidade ortodoxa islâmica salafista.

O Darmstadt anunciou a rescisão de contrato com o tunisino Ben-Hatira. De acordo com a informação do clube da Bundesliga, Hatira está envolvido com a organização Ansaar International, com ligações à comunidade ortodoxa islâmica salafista.

"O Darmstadt vê o trabalho humanitário que Ben-Hatira faz com a organização como errado", justificou o presidente do emblema alemão Ruediger Fritsch.

Áustria – “menino de 12 anos de idade” parte de uma célula terrorista islâmica austríaca

A polícia armada C.O.B.R.A esteve envolvida nas operações



The Local AT, 23 de janeiro de 2017. 



Um jovem de menos de 14 anos foi identificado como parte de uma rede de extremistas islâmicos suspeita em Viena, segundo as autoridades austríacas. 

Ele não foi mantido preso porque não tem idade o suficiente para ser julgado em um tribunal, mas foi detido e está sendo interrogado. Relata o jornal Krone sobre o menino aparentando ter apenas 12 anos, embora a polícia não confirme a sua idade exata.

As investigações sobre um suspeito de terrorismo de 17 anos preso em Viena na sexta-feira continuam –, mas em uma coletiva de imprensa nessa segunda-feira a polícia não daria detalhes concretos do que descobriram até agora. Eles disseram que o rapaz envolvido tinha sido "radicalizado" por um “pregador de ódio” que era um contato próximo do jovem de 17 anos. 

O eixo russo-turco-iraniano

Rouhani, Putin e Erdogan


JP, 25 de janeiro de 2017. 



Por Ofra Bengio



A Rússia tem realizado um sonho de longa data de chegar à agua quente do Mediterrâneo e está se lançando como potência hegemônica na região. 

Sessenta anos se passaram desde o pacto de Bagdá, que reuniu a Turquia, o Irã, o Iraque e o Ocidente numa aliança contra a URSS e o concomitante perigo comunista. Hoje em dia, esta arquitetura do Oriente Médio mudou 180 graus para onde a Rússia, Turquia e o Irã estão em uma aliança contra o Estado Islâmico, mas que pode virar-se contra o Ocidente também. Ainda assim, a nova aliança poderia ser denominada como um casamento de inconveniência, onde cada uma das partes tem motivos diferentes e está agindo com objetivos cruzados na divisão do urso sírio. 

Mulheres suecas “aterrorizadas com ataques sexuais” conforme imigrantes transformam centros comerciais em zonas de exclusão




Express UK, 24-25 de janeiro de 2017. 






As mulheres que trabalham no maior centro comercial da Suécia vivem em constante medo de agressões verbais e sexuais, já que gangues de jovens migrantes transformaram a área em uma “zona proibida”. 

No início deste mês a polícia de Gotemburgo admitiu que o centro comercial Nordstan foi mergulhado no caos sem lei conforme jovens imigrantes intimidam a polícia e molestam as meninas e usam drogas abertamente. 

Como o centro comercial tornou-se um polo centra para jovens se encontrarem, as autoridades foram forçadas a implementar medidas extraordinárias para lidar com o aumento do número de incidentes. 

24 de jan de 2017

Alemanha: Schulz vai desafiar Merkel nas legislativas - competição socialista

Martin Schulz


Euronews, 24 de janeiro de 2017.



Por Isabel Marques da Silva


O ex-presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, vai desafiar a chanceler conservadora Angela Merkel nas eleições legislativas na Alemanha, em setembro.

A notícia foi confirmada, esta terça-feira, por fonte do Partido Social Democrata (SPD) alemão.

O atual líder do partido, Gabriel Sigmar, disse numa entrevista que considera que Schulz tem mais possibilidades de vencer as eleições, às quais Merkel é candidata pela quarta vez.

Rússia, Irão e Turquia assinam documento conjunto sobre a Síria



Euronews, 24 de janeiro de 2017. 



Por Ricardo Figueira



A Rússia, a Turquia e o Irão chegaram a acordo para um documento tendo em vista acelerar o processo de paz na Síria. O documento foi transmitido ao governo sírio e aos rebeldes.

É a principal conclusão da ronda de negociações de dois dias que terminou em Astana, no Cazaquistão: “Vamos estabelecer um mecanismo trilateral para observar e garantir um completo respeito do cessar-fogo, prevenir as provocações e determinar as modalidades da trégua”, disse o ministro dos Negócios Estrangeiros do Cazaquistão, Kairat Abdrakhmanov.

Bulgária - novo Presidente dissolve parlamento e convoca eleições antecipadas



DN, 24 de janeiro de 2017. 



O novo Presidente da Bulgária, general na reserva Rumen Radev, anunciou hoje a dissolução do parlamento para a próxima sexta-feira e convocou eleições gerais antecipadas, que devem decorrer a 26 de março.

O jurista e ex-presidente do parlamento (2001-2005) Ognyan Gerdzhikov, 70 anos e catedrático de Direito pela universidade de Sófia, vai ocupar o cargo de primeiro-ministro interino até ao escrutínio, divulgou em comunicado a Presidência búlgara.

A China diz que protegerá a soberania do Mar do Sul da China




Reuters UK, 24 de janeiro de 2017. 






A China disse nessa terça-feira ter soberania “inalienável” sobre as ilhas disputadas no Mar da China Meridional depois que a Casa Branca prometeu defender “territórios internacionais” na hidrovia estratégica. 

O porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, em seus comentários na segunda-feira, sinalizou uma forte mudança em relação aos anos de movimentos cautelosos norte-americanos na busca assertiva da China por reivindicações territoriais na Ásia. 

"Os EUA vão se certificar de que protegemos nossos interesses lá", disse Spicer quando perguntado se Trump concordava com comentários de seu secretário de Estado, Rex Tillerson. Em 11 de janeiro, Tillerson disse que a China não deveria ter acesso às ilhas que construiu no disputado Mar da China Meridional. 

Brexit: As questões legais do processo de saída - pino de trava judicial



Euronews, 24 de janeiro de 2017. 



O Brexit dividiu a nação, em junho de 2016, quando a maioria votou a favor da saída da UE. Theresa May pretendia invocar o artigo 50 do Tratado de Lisboa até ao final de Março, para iniciar o processo de saída, de 2 anos, sem passar pelo Parlamento.

Mas a empresária Gina Miller liderou um grupo de cidadãos que exigia que o início das negociações fosse submetido, previamente, ao Parlamento.

23 de jan de 2017

Sérvia-Kosovo: UE quer travar escalada da tensão



Euronews, 23 de janeiro de 2017. 



Numa altura em que volta a crescer a tensão entre Kosovo e Sérvia, a Bruxelas acolhe, esta terça-feira, um encontro entre as duas partes para tentar acalmar a situação, considerada pelos observadores internacionais, como a mais tensa desde 2013. A Comisão Europeia espera que kosovares e sérvios cheguem a normalizar as relações, depois do Kosovo ter declarado independência em 2008.

A porta-voz do executico europeu, Maja Kocijancic, lembra que “os dois lados estão comprometidos com o diálogo e esperamos que este compromisso continue, incluindo a implementação dos acordos que foram alcançados”.

Runião entre governo e rebeldes sírios começa com insultos



Euronews, 23 de janeiro de 2017. 



Por Ricardo Figueira



Pela primeira vez, desde o início da guerra na Síria há mais de cinco anos, os representantes do governo de Bashar el-Assad e da oposição armada sentam-se à mesma mesa.

As reuniões acontecem em Astana, capital do Cazaquistão, sob iniciativa da Rússia e da Turquia.

Desta ronda estão afastados os grupos considerados terroristas pela comunidade internacional – O Daesh e a Jabhat Fateh al-Sham, antiga frente al-Nusra. Mesmo assim, o embaixador sírio na ONU, Bashar Ja’afari, não hesita em chamar terroristas aos grupos presentes: “O tom do representante dos terroristas foi um insulto aos presentes na reunião”, disse.

Suécia – gangue de imigrantes transmitem estupro de uma jovem ao vivo no Facebook




Speisa, 22-23 de janeiro de 2017. 



SUÉCIA – Três homens em Uppsala foram presos por suspeita de estupro depois de terem violado uma jovem e transmitido o vídeo ao vivo no Facebook, assim como avisaram que aconteceria quando o Facebook lançasse o recurso [de vídeo]

A prisão foi feita durante uma ação policial pouco depois das nove horas da manhã. 

Foram presos entre 9:15hs. O alerta chegou às 8:24hs", diz o oficial de polícia de Uppsala, Ivan Aslund, à fonte de notícias sueca Fria Tider

19 de jan de 2017

Os suecos estão sendo caçados pelo estado no Facebook




Speisa, 18-19 de janeiro de 2017. 



A Suécia solicita informações sobre os usuários no Facebook dez vezes mais do que quaisquer outros países nórdicos, de acordo com o jornal P1 Kulturnytt

Kulturnytt refere-se à declaração de inquéritos governamentais do Facebook, que mostra que a Suécia solicitou informações sobre 441 usuários no primeiro semestre de 2016 em comparação com a Noruega e a Dinamarca, que pediu informações de 37 e 52 usuários. 

A promotora Helene estrin diz a Kulturnytt que a Suécia fez uma unidade especial de polícia que gerencia os contatos com o Facebook, o que explica a alta atividade. 

Desde de janeiro de 2015, o Ministério Público tem sido capaz de processar suecos que ofendem imigrantes ou pessoas de autoridade online, assim como pessoas comuns, que eram encaminhadas para processos civis. 

Artigos recomendados: 



Parlamento turco inicia segunda ronda de votações para dar mais poder a Erdogan




SIC, 18-19 de janeiro de 2017. 



O parlamento turco iniciou esta quarta-feira uma segunda ronda de votações sobre um polémico pacote de emendas constitucionais que darão ao presidente Recep Tayyip Erdogan novos poderes executivos.

Os legisladores vão votar separadamente 18 emendas propostas, antes de uma votação final global sobre o pacote legislativo no seu conjunto, agendada para o final da semana. O debate em torno das propostas de alteração legislativa - que na prática convertem o sistema democrático parlamentar, em vigor na Turquia, num sistema presidencialista - tem sido tenso, com fortes discussões entre os deputados da oposição e do partido que apoia o governo.

18 de jan de 2017

O xadrez político do novo presidente do Parlamento Europeu




Euronews, 18 de janeiro de 2016. 



Um presidente de todos e para todos. Antonio Tajani prometeu o que todos os presidentes prometem. O novo líder do Parlamento Europeu quer ter uma função de organizador. O italiano de centro-direita quer também reforçar o papel do Parlamento no jogo institucional europeu. 

Em conferência de imprensa dada esta quarta-feira em Estraburgo, Tajani explicou que “quer construir pontes com todos, por isso vou trabalhar para que o Parlamento legisle em conformidade com os compromissos assumidos no âmbito do acordo interinstitucional “.

Moldávia passa da União Europeia para a Rússia

Igor Dodon e Vladimir Putin


Eurobserver, 17-18 de janeiro de 2017. 






O presidente da Moldávia disse que gostaria de abandonar o tratado de paz de seu país e confirmou que começou a fazer preparativos para se unir a um bloco liderado pela Rússia. 

Igor Dodon, que chegou ao poder em dezembro passado, fez o anúncio em uma conferência de imprensa com o líder russo Vladimir Putin nessa terça-feira (17 de janeiro). 

Acredito que a Moldávia não tenha feito um bom acordo”, disse Dodon, referindo-se a um tratado de livre comércio e associação política concluída em 2014. 

Perdemos o mercado russo e, estranhamente, nossas exportações para a União Europeia caíram, ou seja, não recebemos nada da assinatura do acordo”. 

17 de jan de 2017

Polícia espanhola detém professor de boxe suspeito de recrutar jihadistas




Euronews, 16-17 de janeiro de 2017. 



A polícia espanhola deteve esta segunda-feira um homem suspeito de liderar uma célula de recrutamento de combatentes jihadistas.

O indivíduo, um professor de boxe de origem marroquina foi detido durante uma operação em San Sebastian, no país basco espanhol.

Segundo a polícia, o suspeito teria ligações a outro homem, acusado de preparar um atentado iminente em nome do grupo Estado Islâmico, detido em meados de novembro na cidade francesa de Estrasburgo.

O professor de boxe detido teria, segundo a polícia, organizado a viagem de várias recrutas jihadistas – a maioria alunos – para a Turquia.


Artigos recomendados: 



Daesh transforma drones em bombardeiros




SIC, 17 de janeiro de 2017. 



As estratégias de combate do Daesh têm vindo a sofrer alterações, bem como a capacidade das forças militares iraquianas para confrontar e derrotar o inimigo. De acordo com o responsável do Exército dos EUA Brett Sylvia, comandante militar no Iraque, a tática mais recente desenvolvida pelo Daesh consiste em usar drones de uso comercial em pequenos bombardeiros, capazes de transportar e lançar granadas.

O Daesh está a usar drones para fins comerciais para lançar munições sobre as forças militares iraquianas "suficientes para fazer o que o Daesh pretende - matar indiscriminadamente", referiu Brett Sylvia, citado pela agência de notícias curda Rudaw.

13 de jan de 2017

Espanha: Polícia prende dois suspeitos de preparação de atentados



Euronews, 13 de janeiro de 2017. 



Duas pessoas suspeitas de ligações a um grupo militante islâmico em estado avançado de preparativos de possíveis ataques foram presas pela polícia espanhola no enclave hispano-africano de Ceuta.

A polícia lançou buscas em seis locais e encontrou várias armas.

Desde que o nível de alerta de segurança foi elevado em todo o país, em 2015, 180 pessoas acusadas de conexões com grupos militantes islâmicos e presas.



Artigos recomendados: 



Turquia aprova artigos da Constituição que outorgam mais poder de Erdoğan



Euronews, 13 de janeiro de 2017. 



O presidente turco, Recep Tayyip Erdoğan, disse, esta sexta-feira, que um cenário de eleições antecipadas, por agora, não está descartado se o Parlamento se encontrar “incapaz de trabalhar”.

As declarações de Erdoğan aos jornalistas ecoaram numa altura em que se discutem alterações constitucionais que abrem a porta a uma mudança do sistema governamental para o presidencialismo.

Turquia bombardeia norte da síria e coordena ataques aéreos com a Rússia




Euronews, 13 de janeiro de 2017. 



A força aérea turca destruiu uma dezena de alvos do Daesh na Síria, no mesmo dia em que Ancara e Moscovo assinaram um acordo para coordenarem os ataques aéreos.

A Turquia divulgou esta sexta-feira imagens dos raides contra o autoproclamado Estado Islâmico lançados na véspera. Os aviões de Ancara atingiram dez alvos em duas localidades do norte da Síria, e de acordo com o comunicado militar, foram abatidos 41 combatentes inimigos.

Terroristas do Hamas dispersam manifestação contra a escassez de eletricidade na Faixa de Gaza




Euronews, 13 de janeiro de 2017. 



Por João Peseiro Monteiro



A Faixa de Gaza foi palco de uma manifestação contra a escassez de eletricidade na quinta-feira. O território palestiniano controlado pelo movimento terrorista islâmico Hamas desde 2007 tem um défice crónico de produção elétrica.



12 de jan de 2017

Síria: "Trégua frágil" rumo às negociações de paz no Cazaquistão




Euronews, 12 de janeiro de 2017. 



A contagem decrescente para a abertura das negociações de paz, a 23 de janeiro, em Astana, Cazaquistão, está em marcha mas em simultâneo mantêm-se, ao que tudo indica, as violações ao cessar-fogo na Síria.

A aviação síria realizou alegadamente vários ataques contra rebeldes e jihadistas na província de Idlib, a par das forças da coligação internacional. Perderam a vida pelo menos 22 extremistas.

Na localidade de Babka, no oeste de Alepo, pelo menos nove pessoas morreram, entre elas várias crianças, quando a casa onde se encontravam foi atingida. Não está clara a autoria do alegado ataque.

Tajani, Pitella e Verhofstadt lutam pela liderança do Parlamento Europeu




Euronews, 12 de janeiro de 2017. 



Por Isabel Marques da Silva



Antonio Tajani, de 63 anos e licenciado em Direito, foi comissário europeu na equipa de José Manuel Barroso.

O italiano regressou ao Parlamento Europeu em 2014, lutando agora pela presidência da instituição pelo Partido Popular Europeu.

O candidato de centro-direita disse que “nunca mudei de partido político e fui eleito com grande maioria como primeiro vice-Presidente do Parlamento Europeu. Estive sempre no mesmo partido, o que não é o caso de outros. Portanto, não há problemas no meu partido político".

Suécia – PM sueco: penalidade para quem portar granadas de mão deve quadruplicar




The Local SC, 12, janeiro de 2017. 



O primeiro-ministro da Suécia, Stefan Lofven, prometeu quadruplicar a pena mínima para aqueles que portam granadas de mão no país, durante o seu discurso no primeiro debate de líderes partidários de 2017. 

A Suécia viu um número de casos graves de explosões de granadas de mão em 2016, incluindo a trágica história de um menino de oito anos de idade, de Birmingham, que foi morto quando uma granada foi atirada em um apartamento de Gotemburgo em agosto. 

Na quarta-feira, Lofven disse que a punição poderia ser quadruplicada, assim como para crimes relacionados com o porte de armas de modo geral. 

Maior mobilização de tropas americanas e da OTAN na Polónia desde o fim da Guerra Fria




Euronews, 12 de janeiro de 2017. 



É a maior mobilização de tropas americanas para a fronteira leste da NATO desde o fim da Guerra Fria. Cerca de quatro mil militares e 2.800 veículos começaram a chegar à localidade polaca de Drwsko Pomorskie vindas da Alemanha.

O contingente americano vai participar em manobras da Aliança Atlântica na Polónia, durante um mês. Em seguida regressa à Alemanha para depois partir para a Roménia.

11 de jan de 2017

Refugiados afegãos que receberam € 87,000 em benefícios fingindo ser menores imigrantes são presos

Migrantes da Síria e do Afeganistão na fronteira da Áustria com a Alemanha




Express UK, 11 de janeiro de 2017. 



Por Jon Rogers



Um grupo de refugiados afegãos fingiu ser crianças para gastar desconcertantes benefícios de € 87.000. 

Os três imigrantes foram presos com pena de cinco meses por fornecerem falsas informações às autoridades austríacas depois de mentir sobre a sua idade. 

Os três homens enganaram o estado e obtiveram mais de € 100.000 em benefícios de seguro de saúde, cuidados básicos, bolsa de estudos e curso de língua alemã. 

Um bombardeio chinês voou em torno das ilhas Spratlys em uma exibição de força: disse um oficial dos Estados Unidos




Reuters, 10-11 de janeiro de 2017. 



Um bombardeio estratégico H-6 chinês voou ao redor das ilhas Spratly no fim de semana em uma nova demonstração de força no disputado Mar da China Meridional, disse uma autoridade norte-americana nesta terça-feira. 

Foi o segundo voo de um bombardeio chinês no Mar da China Meridional este ano. A primeira foi em 01 de janeiro, disse o funcionário sob a condição de anonimato. 

O voo poderia ser visto como uma demonstração de “força estratégica” pelos chineses, disse o oficial. 

10 de jan de 2017

Próximo de Putin visado por sanções americanas



Euronews, 10 de janeiro de 2017. 



A administração Obama incluiu cinco cidadãos russos numa lista de responsáveis por violações graves aos direitos humanos. Os nomes desta lista negra ficam com os ativos que possuem nos Estados Unidos congelados e estão proibidos de viajar para o país.

Entre os cinco nomes constam os de Andrei Lougovoi e de Dmitri Kotvoun, tidos pela justiça britânica como responsáveis pelo assassinato de Alexandre Litvinenko. O dissidente dos serviços secretos russos morreu em Londres, em 2006, depois de ter sido envenenado com uma substância radioativa, o polónio 210.

Sérvios da Bósnia festejam Dia Nacional polémico




Euronews, 09-10 de janeiro de 2017. 



Por Ricardo Figueira



Os Festejos do Dia Nacional da República Srpska, ou República Sérvia da Bósnia, desenrolaram-se debaixo de muita polémica. A República é uma das duas entidades que constituem a Bósnia-Herzegovina. Embora o território não tenha estatuto de Estado independente, os festejos nacionais são vistos como uma provocação. O presidente Milorad Dodik falou numa possível secessão: “A decisão da República Srpska de defender o estatuto segundo os acordos de paz de Dayton é inabalável. Se isso não funcionar, ninguém nos vai obrigar a permanecer neste país (Bósnia)”, disse.

9 de jan de 2017

Europa: O Caso do Desaparecimento de Mulheres

Gatestone, 09 de janeiro de 2017. 






  • "É melhor esperarem lá fora. Há somente homens aqui... Neste café, não há diversidade." — Frequentador do sexo masculino de um café em Sevran, na rede de TV France 2.
  • "Neste café não há mistura. Estamos em Sevran, não em Paris. Aqui há uma mentalidade diferente. É como em nossa terra natal." — Outro frequentador do sexo masculino de um café em Sevran, na rede de TV France 2.
  • Parece que as mulheres "foram apagadas", dos cafés e das ruas. "De modo que agora, para evitarem as ameaças e serem pressionadas, elas se autocensuram e ficam em silêncio." — Caroline Sinz jornalista da rede de TV France 2.
  • Esta islamização vem sendo alimentada e fortalecida por pesados investimentos vindos do Catar - particularmente em mesquitas - na França durante os últimos cinco anos, cujo montante gira hoje em torno de US$22 bilhões.
  • "Há uma forma equivocada de moralidade, muitas vezes exercida por grupos minoritários sobre a maioria, o que leva ao fato do espaço público, supostamente pertencente a homens e mulheres, ser proibido para as mulheres." — Pascale Boistard, ex-Ministro dos Direitos da Mulher da França
  • Os ministros franceses fingem estarem surpresos e indignados com o fato das mulheres desses subúrbios terem sucumbido ao terror incessante perpetrado contra elas e pelo fato delas estarem sumindo das ruas.


Mulheres estão literalmente desaparecendo de cafés e bares em determinados subúrbios predominantemente muçulmanos na França, de acordo com recentes filmagens tomadas por uma câmera escondida, transmitidas pela rede France 2. O vídeo destaca duas ativistas Nadia Remadna e Aziza Sayah do grupo La Brigade des Mères (Brigada da Mães), que luta pelos direitos das mulheres, entrando em um café no subúrbio parisiense de Sevran, onde foram recebidas com hostilidade e certa perplexidade por parte dos clientes exclusivamente masculinos. Um deles lhes disse: "é melhor esperarem lá fora. Há somente homens aqui... Neste café, não há diversidade."

Turquia inicia debate para dar mais poderes a Erdogan e reprime protestos




Euronews, 09 de janeiro de 2017. 



Por Francisco Marques



O início do debate parlamentar, em Ancara, com vista à mudança constitucional para dar mais poder executivo ao Presidente da Turquia motivou um protesto nas imediações do Parlamento turco. A polícia recorreu a gás lacrimogéneo e canhões de água para dispersar os manifestantes.



Um manifestante atingido pelo gás lacrimogéneo e a tentar minimizar os efeitos do esfregando neve nos olhos, apontava o dedo às forças de autoridade por alegado abuso de força. “Isto só acontece em regimes fascistas”, acusou.


Uma outra manifestante defendia que “a Turquia está sob ocupação”. “Os responsáveis pelas explosões, pelos confrontos, pelas armas são os mesmos que estão hoje no poder. Porque é que está aqui tanta segurança? Estamos em guerra?”, questionava Aysel Ileri, a manifestante.

6 de jan de 2017

Satélite-espião israelita detecta silo de mísseis russo na Síria




RTP, 06 de janeiro de 2017. 



Os serviços de informações ocidentais suspeitavam de que a Síria estivesse a receber da Rússia mísseis altamente sofisticados. Um satélite-espião israelita terá detectado um depósito de mísseis Iskander.

Segundo uma reportagem do Canal 2 da televisão israelita, referida no diário Jerusalem Post, o satélite israelita "Eros" conseguiu fotografar os mísseis Iskander, transportados por camiões, no exterior de uma base militar situada em Lakatia, no ocidente da Síria.

Os mísseis Iskander situam-se um degrau acima dos velhos Scud, podendo atingir um alvo com uma aproximação de sete metros, ao passo que os Scud tinham uma margem de erro de 450 metros. Os Iskander são de médio alcance, tendo um raio de acção de 500 quilómetros, e podendo transportar ogivas nucleares.

Até agora não tinha havido confirmação das suspeitas de serviços secretos ocidentais, porque os mísseis estavam escondidos em arsenais secretos. Aparentemente, foram as fortes chuvadas dos últimos dias que forçaram os militares russos a mudar a localização dos mísseis, com recurso a camiões - o que permitiu a sua detecção.

Artigos recomendados: 



5 de jan de 2017

Áustria: Polícia cria unidade especial para encontrar agressores sexuais da noite de ano novo




Euronews, 05 de janeiro de 2017. 



A polícia austríaca criou uma unidade especial para encontrar os responsáveis pelas agressões sexuais que tiveram lugar durante a Passagem do Ano, em Innsbruck.

Os ataques contra 18 mulheres aconteceram na praça principal, apesar da intensa presença policial.


Os 6 agressores são descritos fisicamente como sendo não-europeus. A unidade também está a analisar imagens de vídeo, inclusive imagens capturadas pelos presentes na multidão.

Os eventos fazem lembrar os acontecimentos de Colónia, há um ano, quando mais de 100 mulheres foram agredidas no ano novo. Os ataques provocaram protestos contra a violência sexual na Alemanha e os cidadãos pediram controlos mais rígidos relativamente à imigração.

Artigos recomendados: 



Explosão em Izmir faz dois mortos




Euronews, 05 de janeiro de 2017. 



Por Nara Madeira



Pelo menos dois mortos e cinco feridos na sequência de uma explosão próximo de um tribunal na cidade costeira de Izmir, na Turquia. Um dos mortos é um polícia o outro um funcionário do tribunal. Entre os feridos há outro agente.

A informação está a ser avançada pelos órgãos de comunicação locais, citando fontes oficiais.


A explosão terá sido provocada por um carro-armadilhado. As mesmas fontes dizem que foram mortos dois responsáveis pelo atentado. A agência turca Anadolu diz que a polícia turca procura um terceiro homem.

Até ao momento o ataque não foi reivindicado mas, e de acordo com a agência Reuters, citando o governador de Izmir, tudo aponta para o PKK – Partido dos Trabalhadores do Curdistão.

Artigos recomendados: 



Síria: atentado faz 14 mortos em bastião do regime




Euronews, 05 de janeiro de 2017. 



Por Rodrigo Barbosa



Pelo menos 14 pessoas perderam a vida num atentado com uma viatura armadilhada na cidade costeira de Jableh, bastião da minoria alauita do presidente Bashar al-Assad, no oeste da Síria.

Jableh está localizada junto ao Mediterrâneo, na província de Latakia, onde existem duas bases militares russas. A explosão ocorreu numa movimentada área comercial da cidade. Segundo fontes médicas, o número de vítimas mortais deverá aumentar, já que os hospitais da região receberam um grande número de feridos, alguns em estado grave.


O ataque ainda não foi reivindicado, mas em maio do ano passado, a cidade vizinha de Tartus, onde estão localizadas as bases russas, foi visada por várias bombas reivindicadas pelo grupo extremista Estado Islâmico, que fizeram pelo menos 150 mortos e duas centenas de feridos.

Artigos recomendados: