30 de nov de 2016

Líder dos socialistas europeus é candidato à presidência do Parlamento Europeu – urubus revezando na carniça




Euronews, 30 de novembro de 2016. 



Gianni Pittella, líder do grupo dos socialiostas europeus (S&D), anunciou esta quarta-feira que se vai candidatar ao cargo de presidente do Parlamento Europeu. O italiano quer ser o substituto do alemão Martin Shulz, que sai agora para voltar à política nacional e candidatar-se às eleições, que se realizam no próximo outono.

Pittella defende que “os três presidentes das três principais instituições europeias não podem vir do Partido Popular. Uma das três deve ser entregue aos socialistas. Partindo desta base vamos estudar as convergências possíveis e vamos trabalhar com as formações políticas que partilham das nossas ideias”.

Israel ataca comboio de Assad com mísseis russos “Buk” que seriam entregues ao Hezbollah





UT, 30 de novembro de 2016. 



Israel temia que o Hezbollah fosse obter os mísseis antiaéreos. 

O exército sírio disse que os jatos israelenses dispararam dois mísseis em uma área a oeste da capital de Damasco na quarta-feira de manhã, sem causar mortes, em um ataque planejado a partir do espaço aéreo libanês, informou a Reuters.  

Uma fonte militar disse que os aviões israelenses lançaram o ataque aéreo ao amanhecer, e os mísseis caíram na área de Saboura. O ataque foi uma tentativa de “desviar a atenção dos sucessos do Exército Sírio Árabe”, disse a fonte de mídia de Assad, SANA, citando uma fonte militar. 

Relatos na mídia árabe dizem que um comboio de armas destinadas ao Hezbollah era o alvo, Haartez especifica. A notícia veio em meio a tensões ao longo da fronteira norte de Israel depois de confrontos entre o exército israelense e militantes afiliados ao grupo Estado Islâmico nos últimos dias. 

França: Que política externa se François Fillon chegar a presidente?




Euronews, 30 de novembro de 2016. 



Por Massoud Salari.



Com a vitória de François Fillon nas primárias francesas da direita e do centro, graças ao programa económico, ficaram no ar questões sobre que política externa levará a cabo se for eleito presidente. Questões que colocámos a François Nicoullaud, antigo embaixador de França no Irão.

Euronews, Massoud Salari: Já se conhece a política de François Fillon sobre a questão do Médio Oriente?

François Nicoullaud, antigo embaixador de França no Irão: “Não, não podemos dizer que seja conhecida, mas o que já conhecemos é a atitude, o estado de espírito de Fillon face às grandes questões que se colocam sobre o Médio Oriente. Sentimos que ele tem, de facto, uma posição original, quando comparada com a do atual governo e mesmo em comparação com a de outros concorrentes das primárias da direita e do centro.

Terroristas Hutis formam governo no Iémen




Euronews, 30 de novembro de 2016. 



Contra a esperança da ONU, o Governo Houthi entra em funções.

Num conflito armado interno no Iémen e com o alegado apoio do Irão, as milícias xiitas Huti, criaram um governo encabeçado por Abdel Aziz Bin Habtour.

A entrada em funções do executivo é visto pelas Nações Unidas como um novo obstáculo aos esforços de paz para os 20 meses de um sangrento conflito.

Senado colombiano ratifica acordo de paz - a corrupção da paz




Euronews, 30 de novembro de 2016. 



Por Ricardo Figueira



Com EFE

O acordo de paz na Colômbia, entre o governo e a guerrilha das FARC, foi ratificado no Senado. Fica só a faltar a aprovação na Câmara dos Repesentantes para que o acordo seja definitivo.

A oposição, liderada pelo ex-presidente Álvaro Uribe, absteve-se, já que considera que o referendo é a única forma de aprovar este acordo.

Síria: Rebeldes recusam render-se enquanto combates se intensificam em Alepo




Euronews, 30 de novembro de 2016. 



Por Dulce Dias



Os rebeldes sírios de Alepo não vão render-se, garante uma fonte da rebelião, que promete continuar a lutar, quando os ataques aéreos de Damasco se intensificam, na zona leste da cidade, atingindo mesmo áreas da cidade antiga.

Nos últimos dias, dos terços da zona leste de Alepo foram reconquistados.

Os bombardeamentos desta quarta-feira provocaram, pelo menos, 45 mortos e mais uns milhares de refugiados, sobretudo mulheres e crianças.

A Rússia posiciona 55 mil soldados até a sua fronteira com a Ucrânia





DailyMail, 30 de novembro de 2016. 







Vladimir Putin enviou 55.000 tropas na fronteira com a Ucrânia na última amostra de força da Rússia, provocando temores de uma invasão. 

O súbito afluxo de pés no terreno acrescenta até 7.500 soldados russos já estacionados na Ucrânia. 

O vice-ministro da Defesa de Putin Ihor Dolhov fez o anúncio em Kiev, onde se diz que as autoridades estão convencidas de que a Rússia está tentando derrubar o governo. 

Sete soldados indianos mortos em um ataque a base militar




Aljazeera, 29-30 de novembro de 2016. 



A polícia disse que quatro homens armados também morreram durante o ataque de manhã cedo na base do exército em Nagrota na Caxemira indiana ocupada. 

Sete soldados indianos, incluindo dois policiais, foram mortos quando homens armados atacaram uma base do Exército na Caxemira indiana ocupada. 

Foi o ataque mais audacioso em uma base militar indiana desde o ataque de Uri, em setembro, quando 19 soldados foram mortos em um ataque que a Índia culpou os militantes baseados no Paquistão. 

A polícia disse que os quatro homens armados que invadiram a base em Nagrota antes do amanhecer na terça-feira, foram mortos em um confronto com as forças de segurança que durou a maior parte do dia. 

Canadá – Ontário passa por unanimidade lei LGBT radical que redefine relação pai-filho




LifeSiteNews, 29-30 de novembro de 2016. 




Por Lianne Laurence.  




TORONTO, 29 de novembro de 2016 (LifeSiteNews) – O projeto de lei 28 que redefine a família para apaziguar os ativistas LGBT, foi aprovada por unanimidade na legislatura de Ontário terça-feira pelos 79 MPs de todos os três partidos, com 28 MPs ausentes no momento da votação. 

De acordo com a Campaign Life Coalition, o líder conservador progressista Patrick Brown pressionou os seus MPs a votar no projeto de lei ou a se ausentarem. 

Os grupos pró-família têm criticado o governo liberal por bater na tecla da controversa lei “Todas as Famílias São Iguais”. 

França ameaça o discurso pró-vida: proíbe vídeos pró-vida e derruba sites pró-vida




Lifenews, 29-30 de novembro de 2016.  




Por Gregor Puppinck



A liberdade de expressão sobre o aborto está sendo contestado na França. A administração francesa torna cada dia mais difícil para as associações pró-vida expressarem as suas ideias e promover as escolhas pró-vida. 

Dois acontecimentos recentes ilustram esta tendência. 

Por ocasião do Dia Mundial da Síndrome de Down, um belo vídeo intitulado “Dear Future Mom” foi transmitido por vários dias em alguns canais de televisão franceses. Mas a autoridade de televisão francesa (CSA) considerou que a transmissão de tal mensagem de apoio, para tranquilizar mulheres que esperam um bebê afetado com Síndrome de Down, “não era de interesse público”, e, portanto, pediu que os canais de TV interrompessem a transmissão local

Austrália - educação sexual homossexual é um “ataque direto aos direitos dos pais”




The Australian, 29-30 de novembro de 2016. 



Por Joe Kelly.



Os defensores do casamento tradicional na Austrália aproveitaram uma decisão "histórica" no Canadá, que segundo eles, coloca as objeções dos pais à educação homossexual nas escolas em conflito legal com o estado. 

O juiz Robert Reid no Tribunal Superior de Ontário na semana passada rejeitou um pedido de um pai grego ortodoxo, Steve Tourloukis, permitindo a ele remover os seus filhos das aulas escolares que iam contra os seus valores religiosos. 

O Superior Tribunal confirmou a decisão do conselho escolar local para não acomodar o pedido de Tourloukis, observando que havia apoiado os “valores de inclusão e igualdade sobre compromisso religioso individual”. 

Itália: Oposição apela ao voto "Não" no referendo de domingo




Euronews, 30 de novembro de 2016. 



O líder da Liga do Norte, o populista e anti-europeísta, Matteo Salvini não se cansa de atacar a proposta de reforma constitucional apresentada pelo primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi. Esta terça-feira, em Milão, equiparou mesmo a vitória do “Não” no referendo do próximo domingo ao Brexit ou à vitória de Donald Trump.

Brexit, Trump e este ‘Nãoe podemos acrescentar Norbert Hofer na Áustria – porque eles tiveram eleições no domingo – … isto seria a quarta grande bofetada nos grandes poderes, e quatro alertas importantes para os povos”.

29 de nov de 2016

Mahmoud Abbas reeleito presidente do grupo terrorista Fatah




Euronews, 29 de novembro de 2016. 



Por Nelson Pereira



Mahmoud Abbas foi reeleito esta terça-feira presidente do movimento palestiniano Fatah.

No poder desde 2004, Abbas foi reconduzido na liderança do Fatah por mais cinco anos, durante um voto de consenso, na abertura do Congresso do movimento, anunciou Mahmud Abu al-Hija, porta-voz do Fatah. Foi o único candidato, pois Mohammed Dahlane, o seu principal opositor, vive no exílio nos Emirados Árabes Unidos.

"Toupeira" islâmica na espionagem da Alemanha




TSF, 29 de novembro de 2016.




Funcionário do serviço de espionagem alemão detido por suspeita de preparar um atentado

Um funcionário do serviço de informações interior alemão foi detido, por suspeita de preparar um atentado contra a sede, anunciaram hoje os órgãos de comunicação Der Spiegel e Die Welt.



Erdogan diz que não desistiu da UE, mas avalia alternativas





DN, 29 de novembro de 2016. 



Presidente turco ameaçou, na semana passada, ameaçar romper o acordo sobre migrações assinado em março com a UE

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, afirmou hoje que a Turquia não abandonou a ideia de aderir à União Europeia (UE), mas está ativamente a considerar alternativas.

Num discurso em Istambul transmitido pela televisão turca, Erdogan, cujas relações com Bruxelas atravessam momentos de tensão devido às críticas europeias à repressão que seguiu à tentativa de golpe de 15 de julho, lamentou que "a UE insista em dificultar as negociações de adesão" e insulte a Turquia.

Estado Islâmico reivindica ataque em universidade de Ohio




DN, 29 de novembro de 2016. 



Ataque foi perpetrado por um estudante de origem somali, que feriu onze pessoas

O homem que ontem conduziu contra um grupo de estudantes na universidade do estado de Ohio, atacando-os depois com uma faca de talhante, é "um soldado" do Estado Islâmico, anunciou o grupo terrorista através da AMAQ, a sua agência de propaganda.

O agressor, um jovem somali que era aluno na universidade, feriu 11 pessoas antes de ser abatido por um agente da polícia.

Áustria em busca do "efeito Trump"





Euronews, 29 de novembro de 2016.



Por Dulce Dias.



A Áustria, que este domingo vota novamente para escolher o futuro presidente, está de olhos postos na América de Donald Trump.

Os austríacos estão divididos entre o partido anti-imigração de Norbert Hofer, o FPÖ – Partido para a Liberdade da Áustria, e a visão liberal e ecologista de Alexander Van der Bellen.

Os apoiantes de um e do outro candidato esgrimem argumentos.

Alemanha – Merkel diz: “Alemães devem aprender a conviver com a ciberguerra russa”




The Local De, 29 de novembro de 2016. 



Ataques cibernéticos da Rússia são agora tão comuns que a Alemanha deve aprender a lidar com eles como parte da vida cotidiana, a Chanceler Ângela Merkel disse nessa terça-feira, após a maior economia da Europa sofrer seu maior ataque online. 

Quase um milhão de clientes da Deutsche Telekom foram tirados do ar a partir de domingo, com o que o chefe de segurança online da Alemanha descreve como sendo “um ataque de hackers”.

Merkel disse que ela não sabia quem estava por trás do ataque, mas acrescentou que “tais ataques cibernéticos, ou conflitos híbridos, como são conhecidos na doutrina russa, agora fazem parte da vida diária e temos de aprender com eles.” 

Rússia e China colaboram para domar a Internet




RTP, 29 de novembro de 2016. 



A Rússia pretende seguir o exemplo da China no que diz respeito ao controlo e filtragem de conteúdos da Internet. Os dois países têm colaborado para que a Internet russa adote elementos da Great Firewall chinesa, que regula e censura a rede no país. A estratégia foi discutida ao longo do ano em vários encontros em Moscovo e Pequim.

A legislação que concede ao Kremlin primazia sobre o ciberespaço – pontos de troca de tráfego, domínios da Internet e cabos de fibra ótica transfronteiriços que constituem a arquitetura da rede - foi anunciada este mês.

Esta limitação da liberdade na rede resulta do medo do Governo russo de que a Internet possa ser utilizada para mobilizar protestantes e disseminar informações e ideias consideradas perigosas. O tema tem sido debatido com a China ao longo do último ano.

Exército iraquiano e aliados aproximam-se de Mossul




Euronews, 29 de novembro de 2016. 



Por Nara Madeira



Várias forças, entre elas os militares iraquianos, participam no assalto e avançam para a cidade de Mossul, vindos de diferentes direções. A coligação, liderada pelos EUA é responsável por ataques aéreos mas bate-se também no terreno.

Segundo um comandante iraquiano, citado pela agência Reuters, já morreu um milhar de militantes do grupo Estado islâmico.

Rebeldes continuam a perder terreno em Alepo




Euronews, 28-29 de novembro de 2016.



Por Nara Madeira.



Os rebeldes perdem terreno na luta por Alepo. Os recentes ataques do exército sírio, com o apoio de seus aliados xiitas e Rússia, partiram, em dois, as defesas dos insurgentes.



Os militares sírios e aliados anunciaram, esta segunda-feira, que capturaram um grupo grande de extremistas, na parte leste de Alepo, depois de mais uma ofensiva.

Reino Unido vai enviar militares para a Polônia para enfrentar ameaça russa




Euronews, 29 de novembro de 2016. 



Defesa, comércio e imigração foram os pratos fortes da cimeira entre o Reino Unido e a Polónia que decorreu esta segunda-feira, em Londres. A primeira-ministra britânica, Theresa May, comprometeu-se a enviar para a Polónia 150 militares e material de combate para enfrentar uma eventual ameaça russa.

Quanto ao futuro pós-Brexit dos 830 mil polacos que vivem no país, a primeira-ministra britânica evocou o seu plano “para garantir os direitos dos polacos e dos restantes cidadãos europeus a residirem atualmente no Reino Unido, contanto que os direitos dos cidadãos britânicos a residir na União Europeia sejam garantidos.”


O executivo de Londres planeia lançar as negociações formais para a saída da União Europeia a partir de março do próximo ano. As duas dirigentes recordaram a aliança estratégica que une os dois países e sublinharam que o Brexit não a iria colocar em causa.

Artigos recomendados: 



28 de nov de 2016

Somali de 18 anos usou faca de talhante para atacar na universidade




DN, 28 de novembro de 2016. 



Autor do ataque na universidade de Ohio era somali e conduziu contra um grupo de transeuntes antes de os tentar atingir com arma branca

A polícia já identificou o suspeito do ataque que feriu pelo menos nove pessoas na universidade do estado de Ohio, nos EUA. Trata-se de um jovem de 18 anos, natural da Somália, que conduziu um automóvel contra um grupo de pessoas que circulava no passeio e saiu depois do carro para as atacar com uma faca de talhante.

Uma das vítimas está internada em estado grave. "Os ferimentos das vítimas incluem cortes, ferimentos causados por um veículo automóvel e outros que ainda estão a ser avaliados", disse à CNN fonte dos serviços de segurança.

Dortmund ensina refugiados a cortejar mulheres alemãs - galanteador marxista alemão ensinando jihadistas sexuais a domar as infiéis

Prólogo


As autoridades alemãs estão dando cursos profissionalizantes para os predadores sexuais. Eles querem que a má impressão deixada no Ano Novo passado seja esquecida, sendo assim, agora o governo alemão está engajado em incentivar os “galanteadores” jihadistas a ter uma forma mais cortês de pedir para que as mulheres sejam escravas sexuais. É claro que, o comportamento agressivo após uma recusa não significa que o projeto não tenha boa intenção; ao menos deve ser assim que pensam os imbecis do gabinete do governo do estado de Dortmund. A Alemanha precisa urgentemente se livrar dos atuais políticos. 




Euronews, 28 de novembro de 2016. 

O amor [haha!] também é uma barreira à integração dos refugiados do Médio Oriente na sociedade alemã. Um formador profissional nas artes do galanteio ofereceu-se como voluntário para ensinar aos recém-chegados como cortejar uma mulher. A cidade de Dortmund já providenciou três sessões desta formação peculiar que é apreciada por quem dá os primeiros passos no país.

Suíça – proeminente líder muçulmano suíço nas sondas das investigações suíças sobre propaganda jihadista

Nicolas Blancho, ou Abu Ammar Abdullah, como ele aparece no Twitter.



The Local Ch, 26 de novembro de 2016. 



Os procuradores federais suíços no sábado ampliaram uma investigação criminal sobre propaganda jihadista para incluir o líder da maior organização islâmica do país. 

O gabinete do procurador-geral da Suíça confirmou em um e-mail à AFP que Nicolas Blancho, do Conselho Central Islâmico da Suíça (CIEC), estava sob investigação. 

O CIEC rebateu a ação como “política” e disse que estava pronto para “contrariar as acusações em um tribunal”. 

Alemanha – metade dos jihadistas que voltam ao país ainda são dedicados a causa: diz relatório




The Local De, 28 de novembro de 2016. 



Um novo relatório do governo mostra que um quarto daqueles que voltam para a Alemanha após lutar na Síria ou no Iraque, cooperam com as autoridades alemãs, enquanto a outra metade continua leal à sua causa. 

Um em cada quatro jihadistas que retornaram para a Alemanha depois de ir lutar com grupos terroristas na Síria ou no norte do Iraque cooperam com as autoridades, de acordo com um novo relatório do governo visto pelo Diet Welt nesta segunda-feira. 


O relatório foi realizado pelo Escritório Criminal Federal de Polícia (BKA), e a Agência de Segurança Interna do Escritório Federal para a Proteção da Constituição (BfV), e o Centro Hassiano de Informação e Competência contra o Extremismo (HKE). 

Reino Unido: os professores que islamizavam a escola estadual estão de volta a sala de aula apesar de serem proibidos

O senhor Faraz tem dirigido classes sob um nome diferente, e o senhor Alam tem ensinado crianças em classes 'informais'.” 

Faraz e Alam estão fazendo isso debaixo dos narizes das autoridades britânicas, sabendo que não vão agir, mas quase que certamente irão se contentar com a aparência de ação: com a sua proibição de ensinar. As autoridades britânicas estão mais preocupadas em perseguir os inimigos do terror Jihad, tanto dentro como fora do país do que com os pregadores da Xaria e da supremacia islâmica. Portanto, agora o desafio foi derrubado: as autoridades britânicas terão certeza de que Alam e Faraz não estão ensinando, ou qualquer ação do tipo será tida como sendo “islamofobia”?  

Líderes do plano de ‘Cavalo de Tróia’ tentam impor regimes islâmicos em escolas estaduais e agora estão de volta à sala de aula apesar de estarem proibidos de ensinar. 



Dois professores muçulmanos foram proibidos de ensinar depois de terem estado envolvidos como os principais responsáveis pelo escândalo “Cavalo de Tróia”, mas agora voltaram para a sala de aula. 


MailOnline, 27-28 de novembro de 2017. (Jihad Watch Por Robert Spencer). 



Por Amie Gordon.  



Tahir Alam e Razwan Faraz faziam parte da “Park View Brotherhood” um grupo de professores [muçulmanos], que trocaram cerca de 3.000 mensagens em um grupo de WhatsApp, incluindo neles comentários ofensivos sobre soldados britânicos, e os atentados na maratona de Boston bem como o assassinato do soldado Lee Rigby. 

Espanha detém homem suspeito de pertencer ao grupo Estado Islâmico




Euronews, 28 de novembro de 2016. 



Por Nara Madeira



As autoridades espanholas detiveram, no sábado, no aeroporto de Barajas, em Madrid, um jovem suspeito de pertencer ao grupo Estado Islâmico. A detenção deste cidadão espanhol (segundo a agência Reuters) foi divulgada, pelo Ministério do Interior, este domingo.

O jovem, que terá ascendentes palestinianos, vivia em Las Palmas, nas Canárias, local para onde foi levado, já este domingo, com a polícia, para que fossem efetuadas buscas à sua casa.

Renzi procura apoios para reforma enquanto milhares se manifestam contra




Euronews, 28 de novembro de 2016. 



Por Nara Madeira



Mateo Renzi participou, este domingo, num evento, em Bolonha, com o objetivo de conquistar apoios para o referendo à reforma constitucional, marcado para 4 de dezembro. Um momento que ficou marcado, ainda que horas antes, pela detonação de um engenho explosivo  frente a uma esquadra de polícia próximo do local onde o chefe do executivo participaria no evento.


Já em Roma milhares de ativistas anti-governo protestavam contra a reforma constitucional. Exigiam a demissão do primeiro-ministro.

Os críticos desta proposta de reforma dizem que ela é antidemocrática e que reduz os direitos dos cidadãos.

Artigos recomendados: 



Israel responde a primeiro ataque direto do EI nos montes Golã




Euronews, 28 de novembro de 2016. 



O exército israelita afirma ter respondido àquele que seria o primeiro ataque do grupo Estado Islâmico (EI) contra militares do país na zona disputada nos montes Golã.

Pelo menos quatro homens armados teriam sido mortos, após terem aberto fogo contra uma patrulha israelita, na noite de sábado, sem provocarem vítimas.

27 de nov de 2016

François Fillon é o candidato do centro-direita às presidenciais francesas




Euronews, 27 de novembro de 2016.


François Fillon vai ser o candidato do centro-direita às presidenciais francesas do próximo ano. Fillon, antigo primeiro-ministro, terá derrotado Alain Juppé, também ex-primeiro-ministro, na segunda volta das primárias, este domingo. Juppé reconheceu a derrota às 21 horas locais, embora os resultados fossem ainda parciais.

Alemanha diminuirá “maciçamente” os direitos de privacidade




Speisa, 27 de novembro de 2016. 



Agora, que não viu que isso iria acontecer. 

Conforme as autoridades alemãs estão ficando cada vez mais desesperadas para encontrar e capturar muitos dos terroristas que eles mesmos deixaram entrar no país durante a onda migrante do ano passado, isso afeta os alemães como um todo de muitas maneiras diferentes.  

O ministro do Interior Thomas de Maizière está planejando uma grande limitação dos direitos de privacidade na Alemanha, dizem os grupos de proteção de dados. Os alemães já não terão o direito de saber como os dados sobre si estão sendo coletados, relata o jornal alemão DW

26 de nov de 2016

Italianos divididos a uma semana do referendo constitucional




Euronews, 26 de novembro de 2016. 



Por Ricardo Figueira


Em Itália, os campos do “sim” e do “não” contam as armas antes do referendo à reforma constitucional, que vai ser votado no próximo fim de semana.

O Movimento Cinco Estrelas de Beppe Grillo apela ao voto no “não” e organizou uma marcha em Roma, com milhares de pessoas, incluindo a presidente da Câmara da capital, Virginia Raggi: “O nosso não é um não político, é um não que vem de cada indivíduo. Devem procurar dentro de cada um de vocês as razões para votar. Dizer não a algo que ninguém merece”, disse Grillo.

Testes de mísseis da Ucrânia perto de Crimea podem agravar as relações com a Rússia

Petro Poroshenko



Reuters UK, 26 de novembro de 2016. 



Moscou protestou contra os planos da Ucrânia para realizar testes de mísseis perto da Criméia, que a Rússia anexou em 2014 após a derrubada do presidente ucraniano pró-russo, elevando a temperatura na disputa entre os dois países. 

A agência de aviação russa Rosaviatsia disse na sexta-feira que recebeu uma notificação da Ucrânia sobre testes de mísseis no “espaço aéreo soberano da Rússia” em 01 de dezembro na região de Simferopol na Criméia. 

França: Duelo de dois antigos primeiros-ministros republicanos




Euronews, 26 de novembro de 2016. 



Sabe-se no domingo quem vai representar a ala política conservadora nas eleições presidenciais de França do próximo ano.

François Fillon e Alain Juppé têm este sábado para convencer os eleitores da segunda volta das primárias do centro-direita.

A Fillon basta segurar a larga vantagem que as sondagens lhe dão.

25 de nov de 2016

Rússia e Hezbollah “oficialmente” trabalhado em conjunto na Síria




Times of Israel, 25 de novembro de 2016. 



Por Dov Lieber



A cooperação militar tinha estado sob o radar; a milícia xiita empurra credenciais como sendo um exército convencional. 

A – Rússia e o Hezbollah começaram uma coordenação militar “oficial” na Síria, a pedido de Moscou, de acordo com um relatório publicado na quinta-feira em um site de notícias pró-Hezbollah. 

O site libanês pró-Hezbollah Al-Akhbar informou que os funcionários do Hezbollah reuniram-se com “altos” oficiais russos na perigosa cidade de Aleppo, na semana passada naquilo que foi a primeira reunião oficial direta entre os dois lados desde o começo da campanha militar de Moscou, que resolveu envolver-se na guerra civil síria. 

Justiça ucraniana adia audição do ex-presidente Yanukovych - fantoche de Putin




Euronews, 25 de novembro de 2016. 



A justiça ucraniana adiou para segunda-feira a audição do ex-presidente Viktor Yanukovych no processo sobre a morte de manifestantes durante os protestos de 2014.

O ex-chefe de Estado deveria testemunhar frente ao tribunal de Kiev por videoconferência, esta sexta-feira, a partir de Rostov-On-Don, na Rússia, onde se encontra exilado.

A transmissão foi, no entanto, interrompida devido à ausência dos réus – cinco polícias acusados de disparar sobre os manifestantes.

Colombianos continuam "divididos" sobre acordo com as FARC - pedido de desculpas no lugar de prisão





Euronews, 25 de novembro de 2016. 



Por Nara Madeira



No rescaldo da assinatura do novo acordo entre o governo colombiano e as FARC, firmado, esta quinta-feira, depois do falhanço do primeiro chumbado em referendo, os sentimentos continuam "divididos."

O novo documento não será referendado mas, diretamente, aprovado no Congresso.

As Forças Armadas Revolucionárias das Colômbia congratulam-se pela forma como tudo decorreu:

Japão e Rússia prontos para implodir em tensões conforme Putin implanta mísseis nas ilhas japonesas




Exrepss UK, 25 de novembro de 2016. 



O primeiro-ministro japonês Shinzo Abe disse que a implantação de sistemas de mísseis hoje pela Rússia nas ilhas do Pacífico ocidental que também são reivindicados por Tóquio foi “lamentável”. 

Seus comentários foram feitos há menos de um mês para o presidente russo, Vladimir Putin visitar o Japão para conversações com vistas ao progresso na disputa territorial de décadas. Moscou já disse que esperava que a implantação não prejudicasse os esforços para resolver o litígio. 

A União Europeia está investigando o fornecimento de combustível russo para a Síria via Europa – segundo fontes




Reuters, 24-25 de novembro de 2016.






A União Europeia está investigando se os petroleiros russos transportaram combustível para a Síria através das águas do bloco, apesar de estarem proibidos, disse uma fonte da UE na quarta-feira.

Os embarques para a Síria reforçaram suprimentos militares para um país onde Moscou está realizando ataques aéreos contra rebeldes com o apoio do governo, informou a Reuters, citando fontes com conhecimento no assunto. 

O regulamento da União Europeia UE 1323/2014, introduzido há dois anos, proíbe qualquer fornecimento de combustível de avião para a Síria a partir dos territórios da União Europeia, independentemente se o combustível for originado da União Europeia. 

Erdogan ameaça abrir as fronteiras aos migrantes para a Europa



Expresso, 25 de novembro de 2016. 






A ameaça surge um dia depois de o Parlamento Europeu ter votado uma moção para a suspensão das negociações da adesão da Turquia devido ao modo “desproporcionado” como tem reagido à tentativa de golpe de Estado de julho

O presidente Tayyip Erdogan avisou esta sexta-feira que a Turquia poderá abrir as fronteira aos migrantes que estão em seu território e pretendem avançar pela Europa caso a União Europeia (UE) isole o seu país.

França: Terrorista suspeito invade centro religioso e mata uma pessoa




Euronews, 25 de novembro de 2016. 



Continua a caça ao homem na região de Herault, sudeste de França, para encontrar um suspeito de matar uma funcionário de uma casa de repouso para os religiosos Montferrier-sur-Lez, uma instituição para homens e mulheres religiosos pertencente à Sociedade das Missões africanas (SMA).

A pista de um acto terrorista não está afastada depois de a França ter sido atingida desde há dois anos por uma onda sem precedentes de ataques jihadistas que causaram 238 mortos, incluindo um padre assassinado durante a missa no final de julho em Saint-Etienne-du-Rouvray, perto de Rouen.

24 de nov de 2016

Terroristas Islâmicos não são Pobres e Analfabetos, são Ricos e Educados

Gatestonte, 24 de novembro de 2016. 





  • "Quanto mais os jovens estiverem integrados maior a chance deles se radicalizarem. Esta hipótese é sustentada por uma série de evidências". — De um relatório realizado por pesquisadores da Universidade Erasmus em Roterdã.
  • "A proporção de administradores (do Estado Islâmico) e também de combatentes suicidas aumenta com o grau educacional", segundo o relatório do Banco Mundial. "Além disso, aqueles que se propunham se tornar homens-bomba se situavam, em média, no ranking do grupo mais educado".
  • O MI5 da Grã-Bretanha revelou que "dois terços dos suspeitos britânicos têm um perfil de classe média e aqueles que querem se tornar homens-bomba são muitas vezes os mais educados".
  • Os pesquisadores descobriram que "quanto mais ricos forem os países maior a probabilidade deles fornecerem mais recrutas estrangeiros ao grupo terrorista (ISIS)".
  • O Ocidente parece ter dificuldade em aceitar que os terroristas não são movidos pela desigualdade e sim pelo ódio à civilização ocidental e aos valores judaico-cristãos do Ocidente.
  • Para os nazistas a "raça inferior" (judeus) não merecia existir, para os stalinistas os "inimigos do povo" não tinham direito de continuar vivendo, para os islamistas é o próprio Ocidente que não merece existir.
  • Foi o antissemitismo, não a pobreza, que levou a Autoridade Palestina a dar o nome de Abu Daoud, arquiteto do massacre de atletas israelenses nas Olimpíadas de Munique, a uma escola.

Assinatura de novo acordo de paz na Colômbia - a sentença de morte da nação colombiana




Euronews, 24 de novembro de 2016. 



É a segunda tentativa reduzida a acordo para pôr fim à guerra de mais de 50 anos entre as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia e o governo, assinada com uma simbólica caneta feita de uma bala.

A assinatura do texto revisto depois da rejeição da versão original em referendo foi mais do que discreta face à de Setembro, em Cartagena, com a presença de líderes de todo o mundo.

Estará a Turquia a afastar-se da União Europeia em prol da Rússia? – Eixo-euroasiático




Euronews, 24 de novembro de 2016. 



Os primeiros passos da Turquia rumo ao bloco europeu foram dados há mais de cinquenta anos. Membro do Conselho da Europa desde 1949 e cofundadora em 1961 da Organização para a Cooperação e desenvolvimento Económico (OCDE), em 1963, o Acordo de Ancara assinalou o primeiro protocolo de associação daquela “ponte” territorial entre a Europa e a Ásia com a então denominada Comunidade Europeia.

Depois de um pedido formal de adesão ter sido efetuado em 1987, o processo, propriamente dito, só foi colocado sobre a mesa para ser negociado em 2005, mas há três anos a União Europeia suspendeu as negociações.

Mais de 80 mortos em ataque suicida bombista no Iraque




Euronews, 24 de novembro de 2016. 



Um bombista suicida fez explodir um camião armadilhado na cidade de Hilla, cem quilómetros a sul de Bagdade.

Polônia vai cortar drasticamente as pensões de antigos oficiais do regime comunista




Euronews, 24 de novembro de 2016. 



A primeira-ministra da Polónia, Beata Sydlo, apresentou um projeto para cortar drasticamente o valor das pensões de antigos oficiais dos serviços secretos do regime comunista.

Alguns ex-oficiais da era comunista recebem mais de 4000 euros de reforma, enquanto as vítimas do antigo regime, nas palavras da chefe do governo, muitas vezes não chegam a receber o equivalente a 200 euros.

Com a nova lei, as pensões dos antigos oficiais comunistas não ultrapassarão os 400 euros.


Artigos recomendados: 



Indonésia – “Há um movimento em andamento para estabelecer o Estado Islâmico na Indonésia”, segundo a organização muçulmana NU




Jakarta Globe, 24 de novembro de 2016. 



Jacarta – a maior organização muçulmana da Indonésia, o Nahdlatul Ulama, ou NU, alertou que o verdadeiro perigo na acusação de blasfêmia contra o governador de Jacarta, Basuki “Ahok” Tjahaja Purnama é que certos grupos podem reivindica-la como sendo uma razão para estabelecer um Estado Islâmico na Indonésia. 

Este [caso] indica a presença de grupos que querem transformar a república num Estado Islâmico. Isto é uma ameaça grave e muito perigosa”, disse Rumadi Ahmad, chefe da divisão educacional da NU, durante um seminário em Jacarta na quarta-feira (23/11). 

França – terroristas planejavam atingir um parque temático francês

Um policial em Estrasburgo. 



The Local Fr, 23-24 de novembro de 2016. 



Um grupo de homens presos no fim de semana tinha planos para realizar uma série de ataques, incluindo em um parque temático, de acordo com relatórios. 

Sete homens foram presos em Estrasburgo, leste da França e sul da cidade de Marselha em grandes operações antiterroristas no final de semana. 

Enquanto dois dos homens foram libertados, outro já teria revelado detalhes dos planos de terror. 

Ele disse aos investigadores que os pretensos terroristas planejavam atacar a sede da polícia em Paris.